Novela “Sol de Inverno” – resumo dos próximos episódios

novela-sol-de-inverno-sicNovela Sol de Inverno – a SIC Portugal divulgou o resumo dos próximos episódios da novela Sol de Inverno que Teresa e Margarida deitam Camila, penalizadas com o sofrimento da menina por ter perdido o pai adoptivo e também com o sofrimento de Simão, que vai precisar muito de apoio. Teresa comenta que não está a gostar da reaproximação de benedita ao irmão, lembrando a traição que ela cometeu quando trabalhava na Boheme, temendo que volte a fazer o mesmo agora que ela está à frente da empresa. Margarida é de opinião que a irmã deve dar-lhe um voto de confiança e Teresa parece estar disposta a tal, embora com reservas. Benedita insiste com Simão que agora que Nuno partiu, tem de ser ele a assumir a paternidade de Camila. Matias porta-se mal ao pequeno-almoço e perante a passividade de Lúcia, Fátima assume o controlo da situação e dá um berro ao rapaz, fazendo com que ele comece a comer imediatamente. Na novela Sol de Inverno, episódio de quarta-feira, 20 de agosto – Episódio 258 - Em casa de Simão e Nuno a consternação é grande e Bruno pergunta se Rosa já foi avisada da morte do filho. Ana responde que a mãe tem o telefone desligado e Horácio acha que ela não vai aguentar quando receber a notícia. Simão não sabe como contar a Camila que o pai Nuno morreu e Margarida conta que a criança já percebeu que algo se passa. Teresa e Manel preparam-se para sair, pois ela está em cima da hora para ir visitar Laura à cadeia. Margarida aproveita para sair ao mesmo tempo. Ana faz nova tentativa para falar com a mãe e desfaz-se em lágrimas quando finalmente ela atende, contando-lhe que o irmão morreu. Sofia conta a Beatriz como correu o seu encontro com Laura, depois de ter ido visitá-la à cadeia e não esconde o prazer que teve em vê-la furiosa. A irmã não aprova o que ela fez, mas compreende a sede de vingança que ela tem. Ricardo interrompe a conversa e conta que Laura o chamou através do advogado para a visitar na prisão. Sofia acha que ela está furiosa por ela a ter denunciado e deve querer usá-lo para recolher informações que a possam prejudicar. Sofia aconselha Ricardo a escutar a proposta que ela tem para lhe fazer. Lúcia serve um chá a Isabel, que se queixa do cansaço que a gravidez lhe está a provocar. Por curiosidade, pergunta como tem andado o movimento no bar e Lúcia oferece-se para lhe mostrar as contas. Isabel assume que perguntou por perguntar e que não está para se maçar com os números que só quer ver no fim do mês. Acácio aproxima-se delas e insiste em pedir a Lúcia que o contrate como banheiro. Ela responde que tem de pensar no assunto e solicita-lhe que tome conta do bar por um instante, enquanto vai a casa. Quando chega ao palacete, Lúcia surpreende Fátima aos beijos a Carlos. Quando percebe que foi apanhada, Fátima bate no namorado, dando a ideia de que está a expulsá-lo e deixa Lúcia para traz, dizendo que Lé está a chamá-la. A patroa faz notar que ela desapareceu de um momento para o outro e Fátima mente, dizendo que foi limpar os quartos. Lé sorri perante a sua atrapalhação e revela que já sabe que ela está de novo a namorar com Carlos. A empregada entra em negação e vai embora para não alimentar mais a conversa. Lúcia não percebe porque é que ela não assume de vez que perdoou a Carlos e Lé explica que o problema é a reacção de Acácio. Lúcia conta que ele agora quer ser nadador-salvador e segue ao encontro de Matias, obrigando-o a deixar o jogo de computador que está a jogar, dizendo-lhe que tem de ir estudar para o teste que vai ter na escola. O filho amua mas não tem outro remédio senão obedecer.  Laura recebe Ricardo na cadeia e diz que o chamou para lhe dizer que o acordo que estabeleceram continua de pé e ele começa a dar-lhe informações falsas sobre Sofia e a Mood. Laura confia que as informações são boas e recomenda a Ricardo que abra os olhos, pois não tenciona ficar presa muito tempo. Para não pensar em Ricardo, de quem não tem ainda notícias, Sofia pede a Beatriz que fale do seu encontro com o professor que conheceu através da internet. A irmã confessa que foi uma desilusão e que não quer voltar a forçar um encontro com alguém, preferindo deixar o seu futuro amoroso entregue ao acaso. Beatriz nota que Sofia continua preocupada e ela confessa que está ansiosa para conseguir livrar-se de Laura de vez. Teresa visita Laura na prisão e a mãe fica horrorizada ao saber que Nuno foi assassinado à porta de casa e preocupada com Simão, que perdeu o companheiro. Refeita do choque e com base nas informações que recebeu de Ricardo, Laura dá instruções a Teresa para que a Boheme abra mais lojas no País e no estrangeiro, para combater a concorrência da Mood. A filha lembra-lhe que a situação financeira da empresa não é propícia a fazer investimentos mas Laura insiste na sua ideia, assumindo-a como a última decisão que toma antes de deixar a presidência. Margarida agradece a Alice por estar a fazer-lhe companhia em casa, pois não se sentia capaz de viver sozinha o drama que a morte de Nuno está a provocar. A amiga desvia a conversa para não alimentar a tristeza de Margarida e conta-lhe que Inês voltou a aparecer na loja de cosmética e ainda com pior aspecto de que da última vez. Margarida duvida que tenha feito bem em afastar-se dela, pois reconhece que não tem quem a ajude a deixar as drogas. Alice fica preocupada, temendo que Margarida se reaproxime de Inês e também de mais problemas. Acácio insiste que é o homem ideal para substituir o nadador-salvador que está para ir embora, mas quando Tomás o avisa de que pode ter de fazer respiração boca a boca a homens ele empertiga-se e afirma que essa manobra só é aplicável a mulheres. Cristoffe chega ao bar para beber uma cerveja e Acácio sonda-o para saber que relação tem com Lé. O holandês afirma que estão juntos quando ele a visita e que cada um pode andar com outras pessoas se assim o entender. Cristoffe vai sentar-se numa mesa e Lúcia adverte Acácio para que o trate bem. Simão já está apenas com Benedita na sala quando se interroga como é que vai conseguir contar a Camila que Nuno morreu. A filha entra na sala nesse preciso momento e ouve o que ele acaba de dizer. Simão explica com muito cuidado que o pai Nuno é agora uma estrela e que estará sempre com eles, mas no céu. A menina fica um pouco confusa mas acaba por aceitar a justificação. Salvador e Matilde comentam com mágoa a morte de Nuno e adivinham o desgosto que Simão estará a sentir, também a dificuldade que tem para que fazer com que Camila ultrapasse a morte do pai. Teresa regressa à Boheme e recebe a chamada de Manel que pergunta como correu a visita a Laura. Ela conta que a mãe ficou muito abalada com a morte de Nuno e preocupada com Simão, já para não falar do péssimo ambiente que a rodeia na prisão. Teresa acrescenta que também conversaram sobre a Boheme e que, para si, a mãe continua a mandar e ela só executa. Manel transmite-lhe força e dispõe-se a ajudar no que for preciso. Teresa despede-se e, sentada na cadeira de Laura, começa a trabalhar como que ganhando uma nova energia. Ricardo conta a Sofia que Laura parece ter acreditado nas informações falsas que lhe passou e que deve agir em função disso. Sofia afirma que o que ele fez foi muito importante e Ricardo tenta reaproximar-se, pedindo-lhe mais uma oportunidade. Ela mantém-se inflexível e faz-lhe ver que continua a trabalhar na Mood, a falar com ela, o que é mais do que qualquer pessoa faria. Ricardo lembra que vai começar a terapia no dia seguinte mas Sofia limita-se a desejar que corra bem. Ele sai cabisbaixo depois de a beijar no rosto e ela fica entristecida ao vê-lo afastar-se. Enquanto Margarida distrai Camila com uma brincadeira, Teresa, Matilde e Benedita confortam Simão, desgostoso com a morte de Nuno. Rosa regressa de Londres com Adelino e chora ao abraçar Ana, penalizando-se por estar longe quando o filho morreu. Ana está também inconsolável mas tenta aliviar a dor da mãe. Bruno e Adelino têm dificuldade em reagir, perante a fatalidade que tombou sobre a família. Vasco está muito deprimido com a morte do tio e reclama vingança contra o pai biológico de Camila. Manel esforça-se por explicar ao filho que é um erro combater a violência com mais violência mas mostra-se convencido de que Frederico irá ser castigado pelo crime que cometeu. Ana vê televisão para tentar distrair-se mas ouve nas notícias que o assassino de Nuno ainda não foi encontrado, apesar da operação que a polícia montou para o capturar. Bruno resolve alguns problemas de trabalho mas fica penalizado por fazê-lo num momento tão delicado. Ana, pragmática, afirma que a vida continua e Adelino vem do quarto onde deixou Rosa a dormir, lembrando o momento em que receberam a notícia da morte de Nuno. Jacinto tenta distrair Horácio que está destroçado pela morte do filho, mas fica sem saber o que dizer, perante a apatia do amigo. Mariano e Acácio chegam entretanto e apresentam as suas condolências. Horácio confessa que nem sempre teve uma relação fácil com Nuno mas reconhece que o amava muito e que vai sentir muito a sua falta. Acácio alivia o ambiente e consegue arrancar um sorriso a todos ao dizer que está desejoso de ser contratado por Lúcia como nadador-salvador para salvar uma daquelas solteironas bem avantajadas.  Tomás mostra a Lúcia as vantagens de contratar Acácio como nadador-salvador, apontando à poupança que vão conseguir por não terem de lhe pagar dois ordenados. Lúcia fica receptiva à ideia do namorado. Carlos, Fábio e Artur tomam umas cervejas no bar da praia e falam do futuro de cada um. Artur fica melindrado quando Carlos pergunta se ele tem algum trabalho em vista ou se pensa viver com o dinheiro de Isabel. Célia confessa que não está muito animada pelo regresso a casa dos pais, temendo que voltem a exercer sobre ela a pressão que a fez largar tudo e sair de casa. Fátima afirma que os reencontros são sempre bons, que o diga Lé que anda sempre atracada ao seu camone. A patroa reage e diz que isso não é verdade e Fátima dramatiza, afirmando que ela é que está mal, sem ter ninguém. Lé e Célia, que sabem que ela voltou a aceitar Carlos de volta, ainda pensam em responder mas acabam por abanar a cabeça e trocarem um olhar de quem sabe que ela está a mentir. Ana insiste com Bruno para que vá descansar, preferindo ficar sozinha a viver o desgosto de ter perdido o irmão. Entretanto, recebe um telefonema de Vasco, recebendo o apoio do filho e também de Manel que reafirma o seu apoio para tudo o que ela necessitar. Simão confessa a Benedita que não vai conseguir dar a Camila tudo o que ela precisa, pois não está capaz de lidar com o facto de ter ficado sem Nuno, acrescentando que a presença da menina lhe lembra constantemente o companheiro, Benedita fica chocada ao perceber que Simão quer ficar sozinho e pensa não ficar com Camila.

Novela Sol de Inverno SIC Portugal: resumo dos próximos episódios

Notícias
Novela Sol de Inverno – Laura tenta fugir do hospício
Novela Sol de Inverno – Matilde será presa
Novela Sol de Inverno – Lua de mel em Cabo Verde
Novela Sol de Inverno – Eduardo não morreu
Novela Sol de Inverno – Sofia terá problemas de saúde
Novela Sol de Inverno – Fátima vai conhecer seu pai

Comente esta novela no final da página

Na novela Sol de Inverno, episódio de quinta-feira, 21 de agosto – Episódio 259 - Teresa e Margarida deitam Camila, penalizadas com o sofrimento da menina por ter perdido o pai adoptivo e também com o sofrimento de Simão, que vai precisar muito de apoio. Teresa comenta que não está a gostar da reaproximação de benedita ao irmão, lembrando a traição que ela cometeu quando trabalhava na Boheme, temendo que volte a fazer o mesmo agora que ela está à frente da empresa. Margarida é de opinião que a irmã deve dar-lhe um voto de confiança e Teresa parece estar disposta a tal, embora com reservas. Benedita insiste com Simão que agora que Nuno partiu, tem de ser ele a assumir a paternidade de Camila. Matias porta-se mal ao pequeno-almoço e perante a passividade de Lúcia, Fátima assume o controlo da situação e dá um berro ao rapaz, fazendo com que ele comece a comer imediatamente. Lé faz um chá energético e sorri com a cena de ciúmes que Acácio faz. Quando ela vai levar o chá a Cristoffe, Acácio segue-a e é convidado pelo pai de Concha a tomar uma chávena. Mariano também aparece nesse momento e é igualmente servido por Lé. Acácio e Mariano torcem o nariz ao chá mas não têm remédio senão bebê-lo. Carlos fala ao telefone com Dulce e demove a mãe de comparecer ao funeral de Nuno para a poupar a uma longa viagem. Jacinto aparece nesse momento e conta como está a ser penoso para Horácio lidar com a morte do filho. O motorista diz que vai transmitir as condolências a Simão e aproveita para dizer ao sócio que tem andado a ver espaços onde possam armazenar as velharias que adquirirem para venda no site. Jacinto confessa que não tem cabeça para tratar do assunto e diz-lhe que faça como achar melhor. Carlos vai transmitir o seu pesar a Simão e durante a conversa conta que a polícia já apanhou Frederico. Teresa, Margarida e Simão são apanhados de surpresa e o motorista revela que acabou de saber do facto pelas notícias da televisão. Simão duvida que o juiz mantenha o criminoso preso até ao julgamento mas Teresa está convicta de que isso vai acontecer, devido á gravidade do crime. Sofia diz a Beatriz que devem ir ao funeral de Nuno e a irmã teme que isso seja encarado como uma provocação pelos filhos de Laura. Sofia não é da mesma opinião e lembra que sempre se deu bem com eles e que não lhes deseja mal. Isabel e Artur visitam Horácio antes de irem para a fábrica e encontram-no muito revoltado com a morte do filho. Isabel dispõe-se a facilitar a vida ao seu encarregado e ajudá-lo em tudo o que necessitar. Rosa, sob o efeito de ansiolíticos vive o desgosto pela morte do filho e continua a recriminar-se por não estar presente quando ele mais precisou dela. Adelino tente reconforta-la e Ana transmite a Bruno os detalhes do funeral do irmão. Antes de se despedir do namorado, confirma que Andreia não voltou a aparecer no ginásio e deseja que ela tenha desaparecido para sempre. Nesse momento, num paraíso balnear em França, Andreia negoceia a compra de uma casa de luxo e dá instruções ao agente imobiliário para avançar com o contrato, garantindo que o dinheiro não constitui qualquer problema. Teresa confessa a Ângela que não tem mãos a medir com o trabalho na empresa e pede segredo á secretária sobre a intenção de alargar o negócio com a abertura de mais lojas em Portugal e no estrangeiro. Ricardo sugere a Sofia fazer mais uma vista a Laura mas ela acha que isso vai levantar suspeitas à rival e prefere aguardar para ter informações sobre o que ela tenciona fazer, depois de ter recebido informações falsas. Beatriz acha que a estratégia da irmã ainda vai acabar mal e Sofia responde que espera que isso aconteça, mas para Laura. Ricardo pede para sair mais cedo para ir á consulta no psicólogo e Beatriz saúda o facto de ele ter tomado a iniciativa de tentar acabar com o vício do jogo. Mariano comenta com Manel as mortes violentas de Eduardo e Nuno e constata que Teresa, por ser agora a chefe da família Aragão, deve estar com todos os problemas às costas. Manel assume que faz o que pode para ajudar a namorada, embora não queira imiscuir-se em assuntos mais delicados. De manhã, Carlos vai ter com Fátima ao palacete e ela repreende-o, lembrando que da última vez iam sendo apanhados e que isso só não aconteceu porque disfarça bem. O namorado defende que devem assumir o namoro e que ela deve começar a preparar o pai para aceitar que estão juntos de novo. Fátima não aceita enfrentar Acácio. No bar da praia, Lúcia conversa com Lé, Tomás e Cristoffer sobre a reconciliação de Fátima com o namorado e todos concordam que ela não deve continuar a esconder a sua relação. Acácio aproxima-se e o assunto morre ali, até porque ele avança para Cristoffe, comentando que para ele não há vida melhor. Depois de largar o seu ciúme, pressiona Lúcia para lhe dizer se já decidiu se o contrata como nadador salvador. Ela mede as palavras e responde que pretende tê-lo à experiencia durante uns dias e Acácio garante que vai desempenhar a missão com denodo. Salvador aparece para tomar um café e não consegue esconder a tristeza que lhe vai na alma. Tomás conforta o amigo e diz que ele deve agora prestar todo o apoio que puder a Simão, destroçado com a morte de Nuno.  Benedita comunica a Isabel que já conseguiu arranjar com as restantes trabalhadoras o dinheiro necessário para lhe comprarem a fábrica. A irmã continua a pensar que ela está a atraiçoá-la, ainda mais por estar a vender a casa que ela lhe deu, para pagar a sua parte. Benedita contrapõe que sempre esteve a seu lado e segue atá às máquinas para informar o pessoal de que Isabel aceita vender-lhes o negócio. Célia aplaude, embora com a nostalgia de não fazer parte do projecto. Fábio promete que quando vierem a Lisboa, visitarão a fábrica, esperando que ela esteja a trabalhar como nunca. Célia sugere a Benedita que vá viver para o quarto do palacete que vão deixar vago, agora que foi obrigada a vendar a casa que Isabel lhe tinha oferecido. Apesar do momento convidar à comemoração, todos se constrangem, lembrando o sofrimento pelo que está a passar Horácio com a morte do filho. Tomás conversa com Salvador e é forçado a mentir-lhe quando diz que conseguiu que o banco alargasse o pagamento do empréstimo para as obras da escola de surf e do bar, alargando o prazo de pagamento e escondendo que foi Isabel a disponibilizar o dinheiro. Salvador acredita e agradece ao amigo por ajudá-lo agora que está mais focado a apoiar Simão devido á morte de Nuno. Depois de Salvador partir para a quinta, Lúcia aproxima-se de Tomás e diz que não deve culpar-se por estar a mentir a Salvador, pois aceitar a proposta de Isabel, era a única solução que tinham. Horácio reencontra-se com Rosa e chora com a ex-mulher a morte do filho, desejando poder morrer em vez de Nuno. Adelino olha compreensivamente para os dois, sem qualquer ponta de ciúme e em respeito pela dor que Rosa e o ex-marido estão a sentir. Margarida esforça-se por distrair Camila mas a menina insiste em dizer que sente saudades de Nuno, apesar de o pai Simão lhe ter explicado que ele é agora uma estrela que está no céu. Simão faz uma festa à filha mas não resiste a chorar, embora tente esconder-se. Camila percebe que ele está com as lágrimas nos olhos e Margarida tenta desvalorizar a situação afirmando que os rapazes não gostam que os vejam a chorar. De seguida, Margarida telefona a Teresa para que deixe a Boheme e a vá ajudar, contando que Simão está cada vez mais ansioso e não sabe se ele vai aguentar o funeral do companheiro. Teresa responde a Margarida que está assoberbada de trabalho na empresa e que vai directamente para a igreja. Manel lembra-lhe que deve ter como prioridade dar assistência à família, especialmente ao irmão mas Teresa conta que a mãe decidiu, como último acto de gestão, abrir mais lojas em Portugal e no estrangeiro. Manel estranha a medida, atendendo á situação financeira pouco folgada da empresa e Teresa confessa esperar que Laura saiba o que está a fazer.  Isabel irrita-se porque Artur tenta passar a um colega o serviço que tem em mãos antes de deixar a fábrica após a sua venda. Para que ele não se queixe de ficar sem trabalhar, sugere-lhe que vá ajudar Lúcia no bar, agora que se tornaram sócios do negócio. Artur lembra que o fizeram em segredo, pois Salvador nunca aceitaria que ela o ajudasse e Isabel contrapõe que o facto de ele ir servir à mesa no bar, não irá levantar suspeitas. Lé entra na sala e vê com curiosidade o material de campanha que Fátima arranjou para ganhar as eleições como presidente do Fã Clube de Tony Carreira. A patroa lembra-lhe que caso garanta o cargo, não poderá andar o ano inteiro atrás do cantor mas ela parece nem ouvir, afirmando que Tony é a sua prioridade. Lé provoca-a, dizendo que vai perder tantas coisas boas de que gosta e Fátima escorrega na rasteira, proferindo com saudade o nome de Carlos. Quando se dá conta do deslize, insiste em insultá-lo e Lé sorri, percebendo que ela tem cada vez maior dificuldade em alimentar a mentira.

Fonte: Sol de Inverno, novela da SIC – resumo dos próximos episódios

Vem por aí nos próximos episódios da novela Sol de Inverno –  Carlos conta muito animado a Jacinto que conseguiu comprar o recheio de uma casa que estava á venda e acrescenta que só podem ir buscar as coisas quando tiverem um local para as colocar. Jacinto olha para o relógio e prepara-se para ir ao funeral de Nuno. Laura conta a Teresa que foi ameaçada na prisão mas diz á filha que não se preocupe, pois sabe como lidar com a situação, recomendando-lhe para que tome conta de Simão, debilitado com a morte de Nuno. Beatriz conta a Sofia que está pronta a campanha de marketing da Mood, convicta que por causa da prisão de Laura vão conseguir roubar clientes à Boheme. Beatriz aproveita para sensibilizar a irmã para o esforço que Ricardo está a fazer para deixar de jogar mas Sofia afirma com determinação que não pode deixar de ser firme com ele nesta altura. Rosa, Horácio e Ana detêm-se ao pé do caixão que contém o corpo de Nuno quando Benedita chega á igreja e apresenta as suas condolências, também em grande sofrimento pela morte do amigo. Simão continua destroçado e inconsolável, enquanto Margarida balbucia que ele tem de aguentar o desgosto, pois tem agora a responsabilidade de cuidar de Camila. Lúcia fica satisfeita por receber a ajuda de Artur a servir no bar, depois de Isabel garantir que isso não vai implicar que contém a salvador que ela se tornou sócia do negócio. Acácio pede para ir mudar de calções a casa e fica agradado por ter Artur como colega. Lúcia confessa a Isabel que duvida se terá feito bem ao contratar Acácio.Mariano, Matilde e Manel comentam a crise que também se abateu sobre o comércio dos livros mas o momento está marcado pela consternação que a morte de Nuno está a provocar. Salvador entra na livraria para que sigam junto para a igreja onde o corpo está a ser velado. Acácio ouve Lé soltar uns risinhos e fica atrás da porta para perceber o que está ela a fazer com Cristoffer. No entanto fica atrapalhado ao ser surpreendido a escutar às portas. Lé acha graça á forma como ele nega o facto e Cristoffer afirma que ele devia ter bebido mais chá energético para se aguentar nas pernas. Acácio vê a honra atingida e desafia o namorado de Lé para uma corrida na praia. (conclusão)

——

Benedita tenta convencer Simão a beber ao menos uma água, já que não consegue comer. Ele recebe nesse momento uma chamada de um número privado e Teresa avisa-o de que pode ser Laura, que prometeu ligar-lhe. Simão atende e comove-se ao ouvir a voz da mãe, que lamenta não poder estar a seu lado naquele momento difícil, mas que o incentiva a ultrapassar com coragem a morte do companheiro. Laura é forçada a desligar por pressão de outra reclusa que a enfrenta e provoca, obrigando á intervenção de uma guarda prisional. Rosa recusa afastar-se do caixão onde o corpo de Nuno foi colocado e Horácio ainda se pergunta como foi possível o filho morrer daquela maneira. Sofia chega à igreja acompanhada por Beatriz e fica surpreendida ao ver Manel beijar Teresa. Apesar do choque, aproxima-se de Simão e lamenta o que aconteceu, ao mesmo tempo que Beatriz apresenta as condolências a todos. Rosa agradece por terem comparecido, enquanto Adelino assume que se irá esforçar por ajudar Rosa a ultrapassar a morte do filho. Sofia conversa com Salvador e Matilde, lamentando a tragédia que aconteceu a Simão. Teresa avisa que a missa vai começar e Simão aproxima-se do caixão de Nuno e em choro quase desesperado, faz-lhe uma jura de amor eterno e deposita o relógio que tinha comparado para lhe oferecer quando o pedisse em casamento. Horácio ouve as palavras de Simão com profunda comoção e não consegue continuar na igreja. À noite, em casa, Sofia confessa a Matilde e Beatriz ter sido apanhada de surpresa ao ver Manel a beijar Teresa e elogia a coragem que eles tiveram ao resistirem à oposição de Laura àquele namoro. Ao mesmo tempo, nega que sinta qualquer desconforto por vê-los juntos. Beatriz diz que está com dor de cabeça e reafirma estar horrorizada com a morte de Nuno e com o sofrimento que ela provocou. Matilde comenta que Laura ligou a Simão durante o velório e Sofia muda imediatamente o tom solidário com que estava a encarar a tragédia, desejando que a rival sofra o que ela sofreu quando Matilde esteve presa e ela não a pôde ajudar. Consciente de que Rosa está a passar por uma grande tristeza, Vasco mima a avó, sob o olhar comovido de Ana. Adelino desafia o rapaz para o ajudar a tratar do jantar e Bruno também se oferece. Vasco brinca com o namorado da mãe e diz que se for preciso descascar cebolas e alhos será ele a fazê-lo. Rosa segue Adelino e Vasco até à cozinha e Ana agradece a Bruno todo o apoio que tem dado à família. Jacinto tenta animar Horácio, desafiando-o para sair ou para ver um jogo de futebol. O amigo agradece mas diz que quer apenas estar no seu canto, pois não tem ânimo para nada. Jacinto faz a vontade a Horácio mas garante que no dia seguinte vai ter de arrebitar, pois não vai permitir que ele se deixe vencer pelo desgosto. Carlos faz o choradinho a Marisa e consegue que ela lhe prepare as refeições, agora que não tem Dulce para tratar dele. Aproveitando a boa vontade da empregada, consegue que ela confirme que Teresa está de namoro com Manel e começa a dizer que até ela que parecia certinha se deixou desencaminhar. Marisa repreende o motorista e mostra-se arrependida por ter confiado na sua descrição. Benedita visita o palacete na expectativa de poder vir a ocupar o quarto que Célia e Fábio vão deixar vago. Lé assegura que ela será bem vinda e passa a ideia de que ali as pessoas são como uma família em que todos se ajudam. A paz do palacete é quebrada por Fátima que vem da rua furiosa, depois de ter agredido à bofetada a sua concorrente à eleição como presidente do Fã Clube do Tony Carreira. Lé mostra-se horrorizada e garante a Benedita que o palacete não é sempre aquela confusão. Acácio aparece preparado para ir treinar e convida Fábio para o acompanhar, contando à filha que desafiou Cristoffer para uma corrida na praia para medirem quem é o mais resistente. Lé comenta que são coisas de homens e Fátima dá um raspanete ao pai e obriga-o a comer uma sanduíche, desconfiada das capacidades físicas dele. Lúcia conversa com Tomás e diz que está de tal forma cansada que quer fechar o bar imediatamente e falar com Artur para garantir que ele passe a trabalhar algumas noites ali. Tomás acha que agora é que Isabel não vai sair dali para vigiar o namorado. Mariano e Lé percebem que ambos sabem que Fátima e Carlos fizeram as pazes, mas ao falarem alto demais sobre o assunto, deixam que Fábio, Célia e Benedita ficam igualmente a conhecer o segredo. Mariano fica atrapalhado porque Fábio afirma que ele andou com Fátima antes de ela voltar para Carlos e Lé volta a tentar que Benedita não fique mal impressionada com o que vê e ouve no palacete. Depois do jantar, Camila faz perguntas incómodas sobre a morte de Nuno e tanto Margarida como Teresa tentam distraí-la. Simão recusa-se a jogar com eles e nem sequer consegue olhar para a menina, refugiando-se na biblioteca. Salvador levanta-se para ir falar com o irmão mas Teresa prefere assumir essa tarefa. Simão pede-lhe que o deixe sozinho mas a irmã mais velha obriga-o a escutá-la, fazendo-lhe ver que tem de ultrapassar o desgosto por ter perdido Nuno e cuidar da filha que adoptaram. Ela afirma não ser capaz mas Teresa acaba por convencê-lo do contrário, sugerindo-lhe que passe alguns dias fora e que regresse depois com as ideias arrumadas, para dar à menina a vida que tinha planeado dar-lhe quando a adoptou com Nuno. Simão verga-se aos argumentos da irmã e não consegue contrariá-la quando ela garante que ele vai ser um óptimo pai e que se não ficar com Camila, cometerá o maior erro da sua vida. Bruno elogia o bacalhau que Adelino cozinhou e despede-se, dizendo que tem de ir embora. Rosa agradece o apoio que lhes prestou e depois dele sair diz a Ana que tem imensa sorte por ter um namorado assim. Ana concorda e muda de assunto para mandar Vasco ir deitar-se, acompanhando o filho ao quarto. Rosa confessa toda a sua angústia a Adelino, sem saber qual poderá ser o futuro de Camila, se terá de assumir a sua guarda ou se poderá deixar a menina entregue a Simão. Impulsionado por Teresa, Simão sai da biblioteca com Teresa e vai ter com Camila, explicando-lhe que tem uns assuntos para resolver nos próximos dias mas que depois ficarão juntos. Camila fica um pouco confusa mas acaba por aceitar a ideia, ajudada por Margarida que a seduz com uma série de actividades que podem fazer juntas na quinta. Salvador incentiva o irmão a fazer o luto de Nuno e a voltar com a cabeça limpa para começar uma nova vida com a filha. Simão não está nada convencido de conseguir isso. Depois de fazer amor com Fátima, Carlos insiste que devem contar de uma vez a Acácio que estão de novo juntos mas ela recusa a ideia, chamando a atenção de que o pai nem lhe deixariam os ossos intactos para dar aos cães. (conclusão)

——

Matilde olha para o relógio e apesar de Sofia a convidar a ficar lá em casa mais um pouco, diz que já começa a ser tarde para Clara e prepara-se para ir embora. Enquanto isso, confirma que Salvador não tenciona ir visitar Laura à prisão e Sofia atira que ele deve ser o único que acredita que a mãe é culpada da morte de Eduardo. Matilde acha que os outros filhos também não têm dúvidas, mas sim dificuldades para o admitir. Ricardo aparece nesse momento e enquanto Matilde vai embora com a filha, Beatriz decide recolher ao seu quarto, deixando a irmã a sós com o namorado. Ricardo conta que a primeira sessão de terapia para deixar o jogo correu bem e depois de beijar Sofia, promete que nunca mais a vai desapontar. Ela quebra o gelo dos últimos tempos e afirma que se o fizer, não o perdoará outra vez. O casal volta a beijar-se como que selando a paz. Acácio vai até ao bar da praia e Lúcia comenta que ele gosta mesmo daquilo. O pai de Fátima acaba por contar que se está a preparar para derrotar Cristoffer numa corrida em que pretende provar que é mais rápido e mais forte. O holandês, namorado de Lé e pai de Concha também aparece no bar e junta-se a Acácio que entretanto já está a beber café com whisky. Para não ficar atrás, Cristoffer pede o mesmo para si e Acácio reforça a bebida para marcar posição.Matilde acaba de adormecer Clara e interessa-se por sabre como está Simão. Salvador conta que Teresa o convenceu a não entregar Camila à avó, mas confessa ao mesmo tempo que não esperava que o irmão rejeitasse a menina e insista em que não vai ser capaz de ser um bom pai. Teresa suspira de alívio por conseguir ter, finalmente um minuto de descanso, depois de todas as contrariedades que se têm abatido sobre a família. Manel mostra-se solidário e concorda que é preciso possuir uma grande estrutura para suportar tudo o que sucedeu. Margarida acaba de adormecer Camila e conta que a menina, antes de dormir, disse que gostava muito dela. Teresa e Manel, concordam que têm de estar atentos a Simão para o apoiarem, não permitindo que ele se entregue ao desgosto pela morte de Nuno. Teresa conta que vai com o irmão visitar a mãe à prisão no dia seguinte e Margarida fica penalizada por não ter disponibilidade para os acompanhar.  Sofia exalta-se quando Beatriz insinua que ela não contou a Matilde os planos que tem para Laura, por sentir que não está a agir bem. Ao perceber op exagero da sua reacção, Sofia pede desculpa à irmã e Beatriz reconhece que está sem sono, pois chegou à conclusão que por muito que se esforce para esquecer Mariano, não consegue fazê-lo. Acácio e Cristoffer regressam embriagados ao palacete e, apesar de Mariano os avisar de que estão a fazer muito barulho, continuam a provocar-se, preparando-se para fazer o jogo do braço de ferro. Lé aparece entretanto, alertada pela algazarra e repreende os dois mandando-os para a cama. O namorado é o mais obediente mas Acácio tenta resistir. Lé afirma que se não mudar o comportamento o manda embora e o pai de Fátima acaba por cumprir a ordem. Mariano comenta com a amiga que Acácio e Cristoffer parecem cavaleiros medievais a lutar pela sua dama. Ela assume que não gosta nada desses galanteios. Teresa e Margarida tentam demover Simão de regressar à casa onde foi tão feliz com Nuno. O irmão reafirma que já tomou a sua decisão e promete ir ter com elas se não se sentir bem. Carlos quase se descai e por pouco não conta a Marisa que voltou a namorar com Fátima. Jacinto corta a conversa quando entra na cozinha e Carlos informa-o de que têm de ir conhecer um escritório para o negócio da venda de artigos usados através da internet. O jardineiro responde que não pode deixar o serviço, mas que confia nele para escolher o que for melhor. Jacinto conta entretanto que está empenhado em ajudar Horácio a ultrapassar a morte do filho. Carlos elogia Jacinto e afirma que ele está a revelar-se um grande amigo. Horácio dá instruções a Fábio para a expedição das encomendas que aguardam transporte. Benedita interpela-o e diz que afinal sempre se sentiu com forças para trabalhar. O encarregado assegura que a sua energia foi toda sugada com a morte de Nuno e motiva um sentimento de compaixão aos presentes. Isabel surge nesse momento, acompanhada por Artur e começa por reconfortar Horácio. Depois, muda de tom e informa com rudeza que o seu advogado já cumpriu as formalidades para a venda da fábrica à cooperativa e que espera que se as coisas não correrem bem, paguem o que acordaram consigo. Isabel volta as costas e Artur segue-a, deixando as gaspeadeiras a censurarem o comportamento dela. Artur também faz ver a Isabel que não havia necessidade de provocar as trabalhadoras da fábrica mas ela argumenta que muitas lhe fizeram a vida negra, sem esquecer que até Benedita, sua irmã, ficou contra si. Benedita confirma a Célia e Fábio que já decidiu ir viver para o palacete. Célia deixa-se tomar pela nostalgia e confessa que vai sentir muito a falta dos amigos que vai deixar para trás. Fábio e Benedita lançam-lhe um ar compreensivo, pois sabem que não está a ser fácil para ela mudar de vida. Fátima mostra-se descontente com a ida de Benedita para o palacete e diz que ali só há lugar para uma boazona de saltos altos. Lé estranha tanta animosidade e pergunta-lhe se está com medo que ela lhe roube Carlos. A empregada continua a negar que tenha voltado a namorar com ele e desculpa-se com o receio de que Benedita tente seduzir Tomás e o roube a Lúcia. Para não se comprometer, Fátima pergunta pelo pai e Lé conta que ele chegou embriagado com Cristoffer na última noite, mas que pelo menos isso serviu para desistirem da corrida ridícula que tinham planeado fazer. Fátima pede a Lé que vá acordar Acácio, pois o pai tem de ir trabalhar e diz que tem de ir resolver o problema com a outra concorrente à presidência do Fã Clube do Tony Carreira. Lé fica apreensiva, com receio de que ela volte a bater na mulher. Isabel vai com Artur ao bar da praia e, enquanto ele vai falar com Lúcia, avista Salvador numa mesa e aproxima-se dele para o cumprimentar. Para seu grande espanto, o filho convida-a a sentar-se e mantém uma conversa cordial sobre Clara, dizendo que ela pode ir ver a neta quando quiser e que nessa altura poderá ficar com uma fotografia da menina. Simão trata questões de trabalho com Ângela quando recebe uma chamada de Benedita que combina passar por casa dele, levando o jantar para os dois. Depois de desligar, Simão junta-se a Teresa. A irmã conta que tem estado a finalizar os detalhes do lançamento da nova colecção e pergunta se ele não se incomoda de a ver aos comandos da empresa. Simão desvaloriza os receios de Teresa e assume que o lugar da mãe sempre lhe esteve destinado. Na Mood, Sofia diz a Beatriz e Ricardo que tem tudo tratado para o lançamento da sua colecção e Ricardo propõe que comemorem ao almoço numa esplanada. Sofia mostra-se cautelosa e prefere deixar a festa para mais tarde. No entanto não desdenha o almoço e o namorado fica de as apanhar mais tarde. Beatriz comenta com a irmã que ele está a esforçar-se muito para lhe agradar e Sofia deixa escapar, maliciosa, que ele também já está a ter algum retorno do seu esforço. Beatriz fica curiosa mas Sofia sorri e afirma que não diz mais nada. Adelino tenta tirar Rosa de casa e convida-a para ir beber um café. No entanto, o desgosto pela perda de Nuno é ainda devastador e Rosa só quer ficar sossegada, lamentando por não se ter despedido do filho. Bruno conta a Ana que ainda não consegui falar com Andreia e que vai avançar com a contratação de alguém para a substituir. Ana afirma que ela não tem respeito por ninguém. Imune às críticas, Andreia bebe champanhe e desfruta do luxo que o dinheiro de Laura e Sofia podem proporcionar. Acácio falta ao trabalho no bar e provoca o caos, obrigando Lúcia e Tomás a desdobrarem-se para atender os clientes. Artur percebe a aflição em que eles estão e começa a ajudar. Isabel decreta que se Acácio voltar a fazer a mesma coisa só têm de o despedir. Tomás põe água na fervura e defende o pai de Fátima, assegurando que o que aconteceu não se vai repetir. Fátima regressa ao palacete desolada, pois teve de desistir da eleição para a presidência do Fã Clube do Tony Carreira. Acácio aparece de ressaca na cozinha e a filha nem o deixa beber café, expulsando-o da cozinha ao mesmo tempo que lhe lembra que está atrasado para ir trabalhar. (conclusão)

——

Matilde e Manel preparam-se para ir almoçar quando Carlos entra na livraria e conta aos amigos com grande entusiasmo que abriu um negócio com Jacinto, explicando que compram artigos em segunda mão para depois revenderem na internet. Manel e Matilde saem e Carlos desabafa com Mariano que neste momento da sua vida, para que ela seja perfeita só falta descobrir quem é que andou metido com Fátima enquanto ela não lhe perdoou. Mariano fica muito desconfortável e tenta que Carlos esqueça o assunto. Sofia, Ricardo e Beatriz lamentam por não terem conseguido mesa na esplanada do bar da praia mas resignam-se a comer na sala. Ricardo reforça que um dia assim merece um almoço à beira-mar e Beatriz brinca dizendo que se calhar é melhor ir conversar com Isabel, para o deixar à-vontade com Sofia. Tanto a irmã como o namorado a repreendem, entrando na brincadeira. Tomás aproxima-se do balcão e distraidamente comentam a situação no bar e na escola de surf. Salvador aparece de surpresa e escuta, sem que eles se apercebam, Isabel dizer que se precisarem que ela os ajude com mais dinheiro é só pedirem. Salvador percebe que foi Isabel a resolver-lhes os problemas financeiros e sai disparado do bar, zangado por lhe terem ocultado a verdade. Isabel e Tomás ficam arrasados e Lúcia muito preocupada, a ponto de nem sequer se lembrar de dar um sermão a Acácio por ele estar a chegar para trabalhar apenas naquele momento. Laura dá um abraço emocionado a Simão quando ele a visita na prisão, acompanhado por Teresa. A filha mais velha conta como estão a olhar por Camila e tranquiliza a mãe, assegurando que Margarida está mais equilibrada e que tem ajudado também nesta fase difícil. Laura mostra-se convicta de que vai deixar a cadeia em breve e que depois poderá ajudar a tomar conta da neta, pois está presa por engano e nunca seria capaz de matar o filho. Simão fica desconfortável e Teresa esforça-se por dar razão à mãe. Laura pergunta por Salvador e Simão responde que o irmão ainda está muito zangado com ela. Salvador vai até à livraria para desabafar com Matilde e conta-lhe, muito indignado, que descobriu que foi Isabel quem salvou o bar e a escola de surf ao investir em ambos os negócios e que Tomás lhe escondeu a verdade, apesar de ser o seu melhor amigo. Matilde aconselha o marido a acalmar-se e sugere-lhe que conversem melhor mais tarde, quando regressarem a casa. No bar, Lúcia deixa-se tombar numa cadeira, cansada de tanto trabalhar. Isabel e Tomás penalizam-se por terem permitido que Salvador tivesse descoberto que foi ela quem os ajudou nos negócios. Lúcia e Artur acham que Salvador precisa de tempo para respirar e que tudo voltará ao normal quando ele perceber que Isabel só quis ajudar a resolver um problema. Fábio propõe um brinde de despedida na fábrica mas Célia recusa-se a beber champanhe, dizendo que está maldisposta. Ana regressa a casa com Vasco, depois de o ter ido buscar à escola e lembra-lhe que finalmente está de férias. O filho não se mostra tão entusiasmado e acaba por confessar que sente a falta do tio e que gostava de ter ido ao funeral dele. Ana responde que também ela sente saudades do irmão mas que ele não gostaria que ficassem tristes. Rosa aparece vinda de dentro e ainda destroçada pela morte do filho. Para a animar, Vasco diz que o pai o deixou ficar a dormir ali em casa dela mais uma vez e a avó promete ir com ele à praia logo que se sinta mais animada. Manel procura arrancar Teresa ao trabalho mas ela avisa que tem ainda muito que fazer, combinando estar com ele à noite, sugerindo que passe por sua casa, na expectativa de que possam jantar juntos e de que ele possa lá dormir. Manel aceita a proposta e despede-se da namorada. Adelino fica a saber por Sofia que foi ela quem denunciou Laura e a atirou para a prisão, apoiando a decisão da filha. Célia entra na cozinha do palacete e diz a Fátima que o cheiro das pataniscas que ela está a fazer a estão a agoniar. Directa como sempre, Fátima diz que ela pode estar grávida. Célia não encara bem a ideia e começa a arrumar loiça, muito enervada. Fábio não perde tempo e vai comprar um teste de gravidez à farmácia. Acácio e Cristoffer voltam a provocar-se, insistindo em medir forças a correr, antes do jantar. Lé apercebe-se da conversa e ordena-lhes com autoridade que vão lavar as mãos e se sentem à mesa para jantar. Jacinto e Carlos tratam dos seus negócios quando Horácio entra em casa, mais desanimado do que cansado. Jacinto desafia-o para provarem sushi ao jantar e ele lembra-se que era das comidas que Nuno mais apreciava. Jacinto e Carlos percebem que Horácio está prestes a mergulhar outra vez na tristeza e fazem com que ele aceite animar-se um pouco. Benedita janta com Simão e desafia-o para que dê algum sentido à morte de Nuno, aproveitando-a para uma qualquer iniciativa que evite que outros casais passem homossexuais sofram o que eles sofreram. Simão confessa que não se sente com forças e que, ainda por cima, já foi convocado para prestar depoimento na polícia sobre a morte do companheiro. Benedita oferece-se para o acompanhar mas ele não reage e tem de ser arrastado para a mesa do jantar. Margarida esforça-se por distrair Camila, pois a menina começa a dizer que sente a falta de Simão e que gostava de lhe mostrar as unhas pintadas. Manel chega entretanto e depois de alguns momentos de conversa, decide telefonara a Teresa para saber se está muito demorada. Teresa fala ao telefone com um fornecedor e nem se apercebe que Manel lhe está a ligar. Matilde regressa a casa e Salvador conta que esteve a pensar em tudo o que tem acontecido na sua vida e que chegou à conclusão de que o melhor é recomeçarem a vida noutro País, como de resto ela tinha defendido há algum tempo. Matilde confessa que reagiu a um atque da mãe dele e que nunca quis verdadeiramente ir embora. Salvador insiste e Matilde quebra, aceitando segui-lo com a filha para onde ele quiser ir. Apesar disso, fica muito angustiada. Sofia e Beatriz comentam as tragédias que vêm sucedendo à família de Laura e lamentam o que Salvador tem sofrido por causa da mãe. Sofia afirma que sabe bem como ele se está a sentir, pois também já sofreu muitas desilusões. Manel volta a telefonar para Teresa e desta vez ela atende, pedindo desculpa por só agora ter visto que ele lhe tinha ligado e por estar ainda atrasada. Ele conforma-se por ter de regressar a casa sem a ver, embora deixe a quinta, algo desiludido. Depois de jantar, Horácio agradece a Jacinto e a Carlos o apoio e amizade que lhe estão a dedicar, para o ajudarem a ultrapassar da melhor maneira possível a morte do filho. Célia desespera porque Fábio nunca mais chega com o teste de gravidez e com a conversa de Lé e Fátima, que apostam que ele vai dar positivo. Assim que o marido chega, Célia dá-lhe uma descompostura pela demora e avança para tirar todas as dúvidas. (conclusão)

——

Simão e Benedita acabam de jantar e ele desculpa-se por ter comido pouco, justificando que tem um nó na garganta. A amiga aproveita a deixa para lhe fazer ver que tem de reagir à morte de Nuno e, sobretudo, cuidar de Camila que também está a sofrer com a tragédia de ter perdido um dos pais. Simão fica incomodado como o rumo da conversa e reconhece que está a ser egoísta, confessando que nem sequer sabe se vai pedir que o poder paternal sobre a menina lhe seja atribuído. Benedita tenta contrariá-lo e afirma que se não ficar com a menina, cometerá o maior erro da sua vida. Tomás ajuda Lúcia a fechar o bar e não esconde a tristeza pelo facto de Salvador ter virado as costas à escola de surf depois de saber que foi Isabel quem deu o dinheiro para as obras. Lúcia conforta o namorado e diz que acredita que Salvador irá compreender que ele lhe tenha escondido a verdade, pois o desespero impôs que aceitassem a ajuda de Isabel. Tomás deseja que o amigo faça as pazes consigo mas não acredita muito que isso aconteça. Depois de uma longa espera, Célia desfaz a ansiedade dos amigos do palacete e também de Fábio, anunciando com grande pesar que está de novo grávida. Por contraste com o seu estado de espírito, todos festejam o momento e o marido corre a abraçá-la, exclamando com alegria que vão ter uma Sandra Margarida. Com vontade de chorar, Célia exige a Fábio que não comece com a sua mania de antecipar o nome da criança. Matilde prepara Clara para saírem de casa e Salvador aproveita para lhe dizer que vai comunicar a Tomás que vai deixar a escola de surf. Ela faz uma última tentativa para que o marido mude de ideias mas desiste quando ele afirma que o amigo traiu a sua confiança. Fátima serve o pequeno-almoço a Violeta e pergunta-lhe onde está Matias. A miúda responde que o irmão ficou a dormir e Lúcia mostra-se desagradada, preparando-se para o ir acordar ao mesmo tempo que diz que as suas notas foram miseráveis e que por isso não vai passar as férias agarrado ao computador. Cristoffer conversa com Lé e diz-lhe que está na hora de partir, convidando-a para que o acompanhe na viagem que vai fazer até Marrocos para assistir a um concerto. Ela responde com ternura que é feliz com a vida que tem e ele argumenta que não se trata de fugir, mas de passar apenas um mês fora de casa. Acácio, que escuta a conversa à porta decide intervir e frisa que Lé já tomou uma decisão. Ela fica estupefacta com a intromissão e manda-o embora. Acácio finge que sai e fica a escutar o resto da conversa, ficando aliviado quando Lé diz a Cristoffer que ele será muito bem recebido sempre que a visitar. Fábio impede que Célia carregue com pesos quando estão prestes a deixar o palacete. Ela pede-lhe que não seja tão chato como foi durante a primeira gravidez mas fica agradada quando o marido responde que os cuidados que tem se devem ao amor que sente por ela. Mariano interrompe o momento e despede-se dos amigos, desejando que tenham, sucesso na mudança de vida que escolheram. Isabel censura-se por ainda estar preocupada em comparecer na fábrica mas Artur faz-lhe ver que essa é a atitude correcta, pois ainda não a vendeu e não pode deixar as coisas ao abandono. Benedita aproxima-se e pede para falar com Isabel. Artur deixa-as a sós e as irmãs acabam por fazer as pazes. Simão limpa as lágrimas enquanto conversa com Teresa. A irmã insiste para que vá morar uma temporada na quinta para não ficar sozinho a viver o desgosto da morte de Nuno, na casa que partilharam. Simão mostra-se irredutível e afirma que se sente melhor assim e que está a tratar das burocracias que o falecimento do companheiro impõe. Desconfortável com a conversa, o designar pergunta a Teresa se já tem tudo pronto para o lançamento da colecção da Boheme que acontece ao mesmo tempo do da Mood. Ela assume que ainda há muito para fazer, mas também que acredita que as coisas acabarão por acontecer. Do outro lado, Sofia também se prepara para enfrentar a concorrência com a nova colecção da Mood, convicta de que terá maior impacto do que a Boheme na comunicação social. Beatriz, sempre muito cautelosa, diz que deviam mudar a data do lançamento mas Ricardo acha que devem manter a data do evento, pois estão mais fortes do que a marca rival. Sofia comenta com Tomás o facto de Matias passar o dia agarrado ao computador em vez de se interessar por actividades mais saudáveis. O namorado afirma que os miúdos daquela idade são todos assim e prefere realçar a qualidade de Matias como surfista, assinalando as manobras que efectuou dentro de água nessa manhã. Salvador chega nesse instante e vai directo ao assunto comunicando a sua intenção de deixar a escola de surf já na próxima semana. Tomás tenta explicar que não teve outra saída senão aceitar a ajuda financeira de Isabel e Lúcia também afirma que não faz qualquer sentido que ele se vá embora. O amigo descarta a intervenção dela delicadamente e diz que o problema é entre ele e Tomás, reafirmando que foi enganado e que não quer falar mais do assunto, pois a sua decisão está tomada. Tomás fica destroçado ao ver Salvador afastar-se do bar. Célia despede-se muito emocionada dos amigos do palacete, enquanto Fábio tenta aliviar o ambiente que começa a ficar pesado. Com excepção de Cristoffer, todos se encaminham para a porta da rua e é Fátima quem vai abrir. Nesse instante, depara-se com Carlos, que se preparava para tocar à campainha. Acácio que está a ajudar o casal a transportar as malas vê o motorista e avança sobre ele, gritando que agora é que vai aprender a deixar-lhe a filha em paz. Fábio salva Carlos e antecipa-se a Acácio dando um abraço ao amigo, ao mesmo tempo que diz que ele foi ali despedir-se dele. Fátima arrasta o pai para o interior do palacete, dando a ideia que o encontro com Carlos foi por acaso. Mariano desafia Manel e Matilde para que um deles o acompanhe ao almoço, pois precisa de ir recarregar baterias ao bar da praia. Como nem um nem outro tem disponibilidade para ir com ele, Mariano pega num livro e afirma que com ele também irá muito bem acompanhado. Entretanto, Beatriz recusa ir com Sofia à livraria visitar Matilde, pois teme encontrar Mariano, com quem não quer falar. Assim, por ironia do destino, decide ir almoçar ao bar da praia levando consigo um livro, ignorando que o ex-namorado também lá vai estar. Margarida procura o telemóvel e explica a Alice que tem de estar contactável enquanto estiverem fora a almoçar, uma vez que Camila vai ficar entregue aos cuidados da empregada. A amiga comenta que não sabe como é que a família consegue manter a calma com tudo o que lhe tem acontecido. Margarida afirma que por estranho que pareça até se sente mais equilibrada e já consegue falar na terapia de alguns assuntos e memórias que não conseguia encarar. Alice pretende saber a que é que ela se refere, mas Margarida acaba a conversa. Teresa vai à livraria e surpreende Manel com o convite para almoçar. Enquanto ele se prepara para sair, Sofia também aparece e gera-se algum desconforto, quebrado por Manel que entretanto sugere à namorada que vão andando. Matilde desabafa que a mãe não podia chegar em pior altura e aproveita a sua visita para contar que Salvador se sentiu enganado por Tomás e que decidiu emigrar. Sofia fica abalada com a notícia mas a filha afirma que não pode deixar que ele vá sozinho.
Isabel aproveita a presença de Salvador no bar para lhe explicar que só o tentou ajudar a preservar a escola de surf e que o fez por ser sua mãe, sem pensar em qualquer reaproximação por isso. Salvador reage com frieza e afirma que não se sente seu filho, pois não a teve presente nos momentos importantes da sua vida, agradecendo que ela não insista no assunto. Isabel aceita a vontade dele mas fica muito triste com aquela reacção. Beatriz é obrigada a almoçar na mesa de Mariano por não existir qualquer outra disponível e fica desconfortável pelo que lhe está a acontecer. Cristoffer despede-se de Lé com um beijo apaixonado e um até já. Fátima estranha a relação que eles têm mas quando a patroa lhe fala de Carlos apressa-se a mudar de assunto, perguntando se Benedita sempre se muda para o palacete. Lé responde que sim e avisa que quer que ela trate bem a nova hospede. A campainha da porta volta a soar e a empregada trata de ir rapidamente abrir mas Lé segue-a e apanha-a a tentar encaminhar Carlos para o quarto. Fátima desculpa-se e diz que ele só veio buscar alguns pertences que ficaram no seu quarto. Quando ficam sozinhos, nem um nem outro resistem e acabam por cair nos braços um do outro fazendo amor. Lúcia serve a comida a Mariano e Beatriz, avisando que só tem uma tosta com queijo feta. Ele, gentilmente, oferece-lhe a sua, optando por comer uma de frango. Beatriz aceita, desde que dividam tudo o que vão comer. O ambiente entre ambos fica muito descontraído a ponto de se entusiasmarem ao ponto de começarem a falar sobre os livros que levaram consigo. Já no balcão, Lúcia comenta com Tomás que nunca pensou ver Mariano e Beatriz de novo juntos. Artur informa que já chegou a encomenda de peles de que estavam à espera e ela agradece-lhe por continuar empenhado no trabalho, apesar de estar eminente a sua saída quando a fábrica for vendida. Horácio vai despedir-se deles, dando por concluído o seu dia de trabalho mas conta que vai ter com Carlos e Jacinto para conhecer o escritório que alugaram para o negócio de revenda de artigos em segunda mão. Artur constata que o negócio está a avançar com grande rapidez e Horácio confidencia que, ao que parece, se trata de um negócio rentável. Fátima desperta aflita ao perceber que ela e Carlos adormeceram depois de fazerem amor. Ela fica em pânico porque ainda tem de ir preparar o quarto para a chegada de Benedita e ele fica aflito porque tem de ir abrir as portas do escritório para Horácio e Jacinto apreciarem o espaço. Mariano conta com agrado a Manel o almoço que teve com Beatriz e o amigo conclui que se um reencontro tão fortuito correu tão bem, pode ser que tenham ainda muito para conversar. Por seu lado, Manel também se mostra feliz pela surpresa que Teresa lhe fez ao convidá-lo para almoçar e Mariano desabafa que não há melhor do que o amor correspondido. Laura recebe a visita do seu advogado na prisão e exige-lhe que faça os impossíveis para a tirar dali. Sampaio responde que está a tentar tudo o que pode para a ajudar a deixar a cadeia, mas Laura dá mostras de grande impaciência e reafirma que tem de estarem liberdade antes do lançamento da colecção da Boheme para não afectar a imagem da empresa. (conclusão)

——

Beatriz conta a Sofia as emoções que sentiu ao reencontrar Mariano e reconhece que tiveram um almoço bastante agradável. A irmã insiste que ela ainda gosta dele mas Beatriz continua a não querer render-se às evidências. No entanto, acaba por ficar a remoer o assunto. Ana chega a casa e dá com Vasco a ver um filme com Rosa e Adelino. O filho vai logo abraçá-la e ela confessa que chega bastante cansada do treino. Rosa confessa que ficou muito satisfeita com a presença do nato lá em casa mas também que sente a falta de Camila e que vai telefonar a Simão para ver e ficar algum tempo com a neta. Adelino tenta mudar o assunto e pergunta a Ana se Bruno não janta com eles, pois vai fazer peixe ao sal e comprou a contar com ele. A enteada fica de ligar ao namorado e a propósitos do seu cansaço a treinar, conta que o treinador está cada vez mais exigente e já a prepara para ganhar a atletas sem deficiência. Vasco e Adelino mostram-se muito confiantes nas suas capacidades e Ana sente-se a chegar ao topo do mundo com tantos elogios. Laura conta a Teresa que teve uma noite difícil na cadeia porque uma reclusa teve uma crise de loucura e acabou por ter de ser transferida para a ala psiquiátrica. A filha aproveita para contar-lhe que Simão ainda está muito em baixo com a morte de Nuno e a mãe faz notar que a tragédia ainda é muito recente. Laura pressiona Teresa a abrir quanto antes as novas lojas Boheme, apesar de a filha dizer que isso é praticamente impossível dentro do prazo que ela estabeleceu. Simão entra em casa e depois de se atirar para o sofá telefona a Benedita e diz que precisava de ouvir uma voz reconfortante. A amiga deixa-o à vontade para pedir tudo o que precisar, mas diz que falará com ele mais tarde, pois acaba de chegar ao palacete e ainda está a instalar-se.
Depois de Benedita desligar o telefone, Fátima atende-a com maus modos e obriga-a a levar metade das suas bagagens para o quarto em que vai viver. Os planos da empregada para hostilizar a nova hospede saem furados, porque Lé vai receber Benedita e a convida a tomarem um chá juntas. Fátima fica furiosa por ter de carregar sozinha com os pertences de Benedita. Carlos mostra com grande entusiasmo o escritório que alugou mas Jacinto dá-lhe um valente raspanete por se ter atrasado imenso. Horácio, no entanto, percorre o espaço e fica deslumbrado com o potencial que o negócio dos amigos pode vir até. Carlos fica orgulhoso e Jacinto está entusiasmado com as possibilidades que têm de vir a ser prósperos comerciantes. Tomás tenta reconciliar-se com Salvador aproveitando um momento hilariante proporcionado por Acácio, que agora também trabalha como banheiro. Apesar do esforço de Tomás, Salvador não aceita as suas desculpas e decreta que não têm mais nada que falar, fazendo com que ele regresse furioso ao bar. Sofia insiste com Matilde para que reconsidere e não se vá embora para o estrangeiro com Salvador. A filha volta a dizer que ambos pensaram muito no assunto e que não tomaram uma decisão precipitada. Tomás conta a Lúcia que tentou conversar com Salvador e explicar-lhe que não tinham outra saída senão aceitar a ajuda de Isabel e que ele, mesmo assim não foi capaz de lhe perdoar ter escondido a verdade. A namorada acha que não podem fazer mais do que já fizeram. Nesse momento, Matias entra ofegante no bar e conta que Salvador está inanimado na praia depois de ter levado com a prancha na cabeça quando fazia surf. Lúcia e Tomas precipitam-se para a praia e chegam ainda a tempo de verem Salvador a ser assistido. Lúcia telefona imediatamente a Matilde, que fica em choque com o que aconteceu ao marido. Matilde deixa Clara aos cuidados da tia, Beatriz, seguindo com Sofia para o hospital, pois a mãe exige transportá-la, atendendo a que está demasiado nervosa para conduzir. Ao hospital acorrem também Teresa, Simão, Isabel e Artur, preocupados com o estado de saúde de Salvador. O médico que o assistiu no hospital informa que ele contraiu um forte traumatismo e que está ainda bastante confuso, estado que pode manter-se apenas por umas horas ou por tempo indeterminado. Matilde é a primeira a visitar Salvador e fica desesperada quando percebe que ele não a reconhece. Adelino fica muito preocupado ao receber a notícia do acidente que Salvador sofreu. Manel tenta sossegá-lo, embora não tenha muitos pormenores sobre o que aconteceu. Vasco despede-se de Rosa e pergunta à avó se quer que ele continue a dormir lá em casa. Ela assume que gosta muito dele, mas diz-lhe para aproveitar bem as férias. Ana sugere a Vasco que assista ao seu treino no dia seguinte. Depois de ele sair com o pai, Ana telefona a Bruno e ele confirma que ainda está cheio de trabalho, lamentando não poder vê-la nessa noite. Depois de desligar, ela deixa transparecer alguma preocupação. No bar da praia, Lúcia comenta o acidente de Salvador e recusa que ele tenha acontecido por inexperiência dele. Tomás culpa-se por não estar presente para o ajudar mas Acácio defende que ela nada poderia fazer sem uma prancha para socorrer o amigo. Lé diz a Matias para parar de jogar, pois não fez outra coisa durante todo o dia. O rapaz faz ouvidos de mercador e Fátima dá-lhe um berro, ameaçando bater-lhe. Matias fica assustado, larga a consola e vai para o quarto. Benedita questiona Fátima e diz que escusava de ser tão dura. A empregada defende-se e responde que a forma como lidou com o problema resultou. Benedita vai concluir as arrumações no quarto e Lé recomenda mais calma a Fátima. Mariano chega nesse instante e pergunta o que é que ela tem. Lé responde que ela está preocupada com a concorrência feminina e Fátima afiança que Benedita pode roubar o homem de qualquer uma. Lé brinca e afirma que ela não tem com que se preocupar, pois já não tem namorado. Matilde confessa a Sofia e Beatriz a impressão que lhe causou o facto de Salvador não a ter reconhecido nem à filha. Camila pergunta a Margarida e Teresa por Simão e elas respondem que ele teve de tratar de uns assuntos. A menina questiona se o pai já não gosta dela, deixando as tias sem resposta. Teresa acaba por propor que lhe liguem depois de ela lavar os dentes e vestir o pijama. Marisa acompanha Camila e Teresa comenta com a irmã que têm um grande problema entre mãos. Simão telefona a Benedita e ela pergunta-lhe se já tem mais notícias de Salvador. O amigo confirma que o irmão permanece confuso e que não pode adiantar mais nada. Simão pergunta depois se sempre jantam no dia seguinte, já que os planos saíram furados. Benedita acede mas coloca-se ao dispor para o que ele precisar. Depois de desligar o telefone, não fica descansada e agarra no casaco e na mala para sair. Fátima vibra com o desenrolar da telenovela na televisão e assusta Lé. Depois, quando questionada por Mariano, desabafa que as traições sempre a incomodaram e arrasta o livreiro para a cozinha. Lé ri-se da incoerência da empregada e Benedita surge pronta para sair, despedindo-se com um até amanhã. Fátima acaba de preparar uma sanduíche a Mariano e confirma com ele se não se descaiu e manteve segredo sobre o caso que tiveram. Carlos que acaba de chegar ouve a conversa e grita que afinal o toureiro era Mariano, ameaçando matá-lo. Lé ouve a gritaria que vai na cozinha e vai pôr cobro à desavença, pedindo a Carlos que se retire. O motorista diz que o faz por respeito a ela mas reafirma que se irá vingar. Na hora de darem explicações a Lé, Fátima e Mariano fogem da cozinha. Apesar da hora tardia, Rosa telefona a Simão para saber de Camila e manifestar-lhe o desejo de estar com a neta. Simão confessa que ultrapassar a morte de Nuno tem sido difícil e conta que a menina tem ficado na quinta com Margarida e Teresa. Depois de desligar, Rosa desabafa com Adelino que não percebe a atitude de Simão para com Camila. (conclusão)

——

Benedita visita Simão e ele confessa que Nuno tinha um sexto sentido ao querer que eles fizessem as pazes, pois não sabe o que seria de si, se não a tivesse agora a ajudá-lo a superar a perda de companheiro. Benedita fica comovida com a declaração do amigo e aceita acompanhá-lo num copo de vinho. Lúcia comenta com Tomás que apanhou Matias enfiado na cama a jogar consola e, apesar de o namorado desvalorizar o problema, assume que não pode estar desatenta. Matilde tem dificuldade em dormir e confessa a Sofia que não vai aguentar, se Salvador continuar sem a reconhecer. A mãe esforça-se por confortável e avança que se for necessário procurarão apoio médico no estrangeiro. Margarida isola-se na biblioteca e retira do livro a fotografia do pai que ali tinha escondido, olhando-a com um misto de tristeza e revolta. Teresa aparece de repente e Margarida esconde a fotografia, lamentando tudo o que tem acontecido à família. Teresa acarinha a irmã, prometendo que no que depender de si, ninguém mais lhe fará mal. Simão recorda momentos felizes que passou com Nuno e não consegue travar as lágrimas que lhe percorrem o rosto. Num impulso, Benedita beija-o, ficando depois muito atrapalhada. Depois de se desculpar acaba por ir embora e Simão fica atordoado a pensar no que acabou de suceder. Jacinto repara que Carlos está muito em baixo e insiste para que conte o que lhe vai na alma. O motorista recusa partilhar a sua angústia mas concorda com o amigo que não deve guardar para si o que o incomoda e assume que tem de falar do assunto, mas com outras pessoas. Mariano conversa com Fátima sobre as ameaças de Carlos e revela receio do que ele possa fazer. Acácio ouve a parte final da conversa e Mariano é obrigado a mentir, dizendo que falava de um cliente que teve de expulsar da livraria e que receia que ele volte para se vingar. Acácio insiste em ajudá-lo a enfrentar o homem mas Mariano agradece, esquivando-se a mais conversas, com a ajuda de Fátima. Benedita começa o seu dia de trabalho na fábrica e lamenta mais uma vez que Horácio tenha decidido ir para a reforma. Ele confessa estar cansado e que agora que perdeu Nuno, menos vontade tem de ir trabalhar. Benedita confidencia que tem estado com Simão e que testemunhou a fase terrível que ele está a atravessar. Horácio reconhece que percebeu isso e muito mais durante o funeral, lamentando que isso tenha acontecido tarde demais. Isabel chega na companhia de Artur, abalada pelo acidente de Salvador. Horácio percebe que algo de grave aconteceu e Isabel convida-o para tomar um café, prometendo explicar o sucedido. Matilde visita Salvador e o médico tranquiliza-a revelando que ele já se lembra que ela é sua mulher e que também já falou da filha. A fisioterapeuta que vai ajudá-lo a recuperar os movimentos do braço apresenta-se e prepara-se para iniciar o trabalho. Luísa é uma jovem muito atraente que Salvador recebe com agrado. Sofia confessa-se esperançada que, agora que Salvador sofreu o acidente, Matilde consiga tirar-lhe da cabeça a ideia de irem para o estrangeiro. Já preparada para sair, convence Beatriz a acompanhá-la ao hospital para os ver. Ricardo chega nesse momento e leva consigo um cabaz contendo o pequeno-almoço mas fica frustrado porque Sofia conta que já comeram e que estão de saída. Enquanto Beatriz guarda o cesto na cozinha, Sofia pede a Ricardo que vá visitar Laura na prisão, pois precisa de saber os passos que ela pensa dar. Ele mostra-se contrariado mas aceita a missão. Bruno conta a Ana que tem recebido muitos currículos de candidatos ao lugar de Andreia e a namorada mostra-se convencida que vão conseguir contratar alguém tão bom ou melhor. Bruno ínsita Ana a ficar em casa a fazer companhia à mãe, agora que Vasco está a cargo de Manel mas ela confidencia que se distrai mais a trabalhar e que assim até podem estar mais tempo juntos. Rosa não tem vontade de fazer seja o que for, ainda presa ao desgosto pela morte do filho, mas Adelino consegue convencê-la a ir arranjar-se para sair de casa, nem que seja para um pequeno passeio. Margarida encontra-se com Inês no bar da praia e percebe que a amiga está num estado de degradação mais avançado do que supunha. Mesmo assim, consegue sensibilizá-la a tentar deixar a droga e arranca-lhe um choro convulsivo depois de lhe contar que esteve com a mãe dela e que a senhora se fartou de chorar. Inês pergunta porque razão está a querer ajudá-la depois de ela lhe ter feito o que lhe fez. Margarida responde que ela já teve castigo suficiente. Teresa conta a Simão que a mãe está a fazer tudo para ficar em prisão domiciliária mas o irmão faz notar que mesmo assim não conseguirá estar presente no desfile da nova colecção e que os jornalistas farão mais perguntas sobre Laura do que sobre os sapatos. Teresa diz que têm de estar preparados para isso e confessa que estranhará não ter a mãe a seu lado no evento. Simão pergunta por Camila, que choramingou na noite anterior quando falou com ele ao telefone. A irmã conta que a menina sente muito a sua falta e afirma que ele tem de ir vê-la assim que puder. Simão concorda mas fica angustiado. Ricardo visita Laura na prisão e passa-lhe mais uma vez informações falsas sobre Sofia e a Mood. Aproveita o momento para lhe pedir dinheiro, confessando que nos últimos dias teve uns azares com que não contava. Laura acredita no teatro de Ricardo e diz que o dinheiro de que precisa lhe vai ser entregue. Matilde conta a Sofia e Beatriz, que a visitam na livraria, que Salvador já começou a fisioterapia mas mostra-se angustiada por que o marido está ainda muito confuso. Mariano chega entretanto e fica radiante ao ver Beatriz. Ela nem tanto, pois sabe que ainda gosta dele e teima em contrariar esse sentimento. Carlos vai ao palacete pedir satisfações a Fátima, acusando-a de o ter traído com Mariano. Ela lembra que nessa altura não estavam juntos e que ele a deixou pendurada no altar. Carlos afirma que não será capaz de viver com ela sabendo que o traiu, a menos que lave a sua honra. Sem se deter, abandona o palacete e Fátima telefona a Mariano para o avisar que Carlos pode ir brigar com ele. Isabel está contente por ter vendido a fábrica e Artur dispara que agora se acabaram as chatices. Tomás diz que quer ir visitar Salvador e volta a culpar-se pelo que lhe aconteceu. Laura mostra-se agastada por não conseguir animar Simão e por também estar impossibilitada de estar ao lado de Salvador, depois do acidente que ele sofreu. Simão mostra-se condescendente com a mãe e pergunta-lhe se já teve notícias do advogado. Laura conta ao filho que ele ainda não sabe se o recurso que interpôs a pedir a prisão domiciliária vai ser atendido mas avisa que o despede se for obrigada a continuar na prisão. Na fábrica, Horácio abre uma garrafa de champanhe, Benedita discursa e diz que o sucesso da empresa vai depender de todos os trabalhadores e trabalhadoras. O brinde é feito ao futuro. Jacinto fala ao telefone com alguém e prepara uma surpresa para animar Horácio. O jardineiro fica impaciente sem conseguir falar com Carlos. Carlos vai à livraria desafiar Mariano para um duelo. Manel fica a olhar, sem perceber nada do que se passou. Benedita vai a casa de Simão e pede desculpa por tê-lo beijado. Ele desvaloriza o episódio e afirma que ficarão amigos como dantes. Depois de confessar que dormiu mal, não pelo que se passou, mas porque não conseguiu tirar Camila da cabeça, Simão conta que vai imediatamente buscar a filha à quinta, pois não é justo que ela sofra sozinha a perda de Nuno. Benedita olha Simão com orgulho. Adelino vai ao quarto ver se Rosa já está pronta para saírem mas ela nem ouve quando ele a chama. Depois de despertar dos seus pensamentos, Rosa diz que tem de ir resolver um problema sozinha e deixa Adelino em casa, angustiado com aquele mistério que não quis revelar. (conclusão)

——

Beatriz teme que o lançamento da colecção da Mood no mesmo dia do da Boheme seja prejudicial, mas Sofia mantém a data do evento, convencida de que a sua marca vai levar a melhor e juntar o maior número de jornalistas. Ricardo chega entretanto e conta que Laura acreditou nas informações que ele lhe deu tencionando abrir mais lojas em Portugal e no estrangeiro para combater a concorrência. Sofia deseja que assim seja, pois sabe que isso vai provocar um grande desgaste financeiro na Boheme. Teresa chega a casa muito cansada e Margarida faz-lhe ver que tem de trabalhar menos. A irmã promete abrandar o ritmo depois do lançamento da colecção da Boheme, pois de momento só está focada em não desiludir a mãe. Camila sujeita a sua construção ao veredicto das tias e Margarida deixa escapar que ela vai ser arquitecta. Rosa entra nesse instante e a menina corre a abraçá-la, feliz por ver a avó. Rosa esclarece que não está de visita e que a veio buscar, agradecendo por terem cuidado dela. Teresa confirma que Simão não foi informado e diz que vai ter de lhe ligar. Acaba por não ter de o fazer, pois ele aparece nesse momento e encaminha Rosa para a biblioteca, uma vez que ela diz que precisam de falar. Teresa desabafa com a irmã e deseja que Simão se imponha. Tomás visita Salvador no hospital e sai desiludido porque o amigo não cede e mantém a intenção de deixar a escola de surf. Matilde entra quando Tomás sai do quarto e ainda o cumprimenta. Salvador diz à mulher que Tomás foi outra vez pedir-lhe desculpa, insistindo que devia ter pensado antes nas consequências dos seus actos. Luísa interrompe a conversa e entra no quarto para levar Salvador para a fisioterapia. Existe uma clara empatia entre os dois, a ponto de Salvador dizer q Matilde que pode ir para a livraria e que não há necessidade de esperar por ele. No entanto, Matilde diz que vai aproveitar para comer e que ficará à espera que ele termine a sua recuperação. Rosa começa por dizer a Simão que é preferível que Camila fique com ela, já que ele e as irmãs não têm tanta disponibilidade. Simão reconhece que precisou de um tempo para se recompor da morte de Nuno mas que agora quer dedicar-se à totalmente à filha. Rosa abandona o discurso cordial e revela as suas verdadeiras intenções, afirmando que foi Nuno quem adoptou Camila e que é a ela que cabe cuidar da menina, Como Simão recusa deixá-la levar a filha, Rosa afirma que vai apresentar o caso na segurança social, aconselhando-o a preparar-se para uma luta pela custódia de Camila. Sofia repara que Beatriz está novamente a consultar o site de encontros na internet e a irmã é forçada a revelar que estava a reler as mensagens que em tempos trocou com Mariano. Sofia força-a a admitir que ainda gosta dele e incentiva-a a convidá-lo para tomarem um café. Beatriz fica indecisa. Fátima conta a Mariano que vai usar a estratégia que os políticos utilizam nas eleições, para se tornar na líder de um novo Fã Clube do Tony Carreira. A empregada do palacete diz que a estratégia passa por fazer toda a espécie de promessas mesmo que não as possa cumprir. Mariano não aprova a estratégia mas prefere falar do receio que tem, depois de Carlos o ter desafiado para um duelo. Fátima assegura que vai tirar essa ideia da cabeça do namorado. Carlos procura no computador várias armas e sugere a Marisa que o ajude a escolher a mais adequada, revelando que tem de matar um tipo. A cozinheira fica muito impressionada com a sede de vingança que Carlos revela e ainda mais aflita quando ele decide mostrar grande vontade de usar bestas no duelo para que desafiou o rival. Lúcia explica a Artur como funciona a logística do bar e ele acaba por lhe confessar que está a lidar com dificuldade com os efeitos que a gravidez de Isabel. Artur queixa-se de ter sido relegado para segundo plano e que ela só age em função do bebé. Lúcia tenta aligeirar o ambiente e mostra-se convicta de que se trata apenas de uma fase que vão conseguir superar. Horácio entra em casa vindo da fábrica e fica estarrecido ao deparar-se com um ambiente marcado pela luz das velas, uma massagista ao lado de uma marquesa e Jacinto com um sorriso de orelha a orelha. Horácio fica constrangido e pensando que o amigo está a meio de um encontro, pede desculpa por ter chegado tão cedo. Jacinto apressa-se a dizer que teve a ideia de lhe proporcionar uma massagem para o animar e vai embora para o quarto, deixando Horácio muito aflito a perguntar à massagista se o pode massajar vestido. Ela aponta-lhe uma tanga e sai dizendo para ele a vestir. Horácio estremece e murmura que não veste aquilo nem morto. Simão confessa-se muito preocupado a Teresa e Margarida com a ofensiva de Rosa que lhe quer tirar Camila. No entanto assume que está disposto a lutar pela custódia da filha que decidiu adoptar com Nuno, apesar de saber que a lei está do lado de Rosa. Ana e Adelino censuram Rosa por estar a disputar a custódia de Camila, mesmo depois de Simão ter afirmado que já está em condições de tomar conta da filha. Insensível aos argumentos que ouve, Rosa reafirma que no dia seguinte vai à Segurança Social para saber quem tem direito à menina. Ana e Adelino trocam um olhar desconfortável. Matilde confessa quase a chorar a Sofia, que tem a sensação de que Salvador está cada vez mais distante e que a trata com uma frieza enorme, igual ao que faz com outras pessoas. A mãe acha que tudo se deve ao acidente que sofreu e que pouco a pouco as coisas vão regressar à normalidade. O telemóvel de Sofia começa a tocar e ela só atende Ricardo devido à insistência da filha, dizendo que foi jantar a casa dela e que lhe liga mais tarde. Matilde pergunta à mãe se está tudo bem entre ela e o namorado e Sofia responde que estão a andar devagar, pois não sabe se vai ter outra desilusão, embora queira acreditar que está a fazer o que deve. Simão não consegue esconder a sua preocupação pelo facto de Rosa querer ficar com Camila. Teresa compreende que as avós são muito protectoras mas o irmão contrapõe que também quer o melhor para a filha. Teresa chama-lhe à atenção para que disfarce a sua apreensão à frente da menina, para não a perturbar. Camila oferece um desenho a Simão e emociona-o ao dizer que é ele, ela e Nuno que desenhou. Teresa recebe uma chamada de Manel e fica com um sorriso nos lábios, embora seja forçada a recusar almoçar com ele no dia seguinte, pois tem muito trabalho na Boheme. Manel esconde o desapontamento por não poder estar com Teresa e explica ao filho que ela tem de trabalhar e que só assim ganha dinheiro para se sustentar. Vasco faz notar ao pai que agora já não trabalha tanto e que nem por isso ficaram pobres. Manel vinca que também têm menos do que tinham e o filho garante que não se importa. Rosa pergunta a Ana se Bruno não vai jantar. A filha mostra-se compreensiva e confessa que já sabia que as novas responsabilidades que ele assumiu iam ocupá-lo ainda mais. Horácio adormece durante a massagem que a rapariga contratada por Jacinto lhe deu e é o amigo a despertá-lo, dizendo com bom humor que ele dormiu uma bela sesta. Horácio agradece ao amigo o gesto que teve para o animar e aceita que o jantar fique por sua conta. Lé fala ao telefone com Concha e depois de desligar desabafa para Fátima que sente muito a falta da filha. A empregada não de faz rogada e dispõe-se a receber o mimo que seria para Concha e aproveita para pedir à patroa que financie com o micro credito o novo Fã Clube Tony Carreira que ela quer criar. Lé fica estupefacta com as ideias surrealistas que ouve. Fátima fica cheia de ciumes ao ver Benedita conversar com Benedita sobre livros e assim que pode vai marcar o seu território, avisando-a de que ele gosta de conversar sobre livros com outras pessoas do palacete. Benedita confessa que não percebe onde é que ela quer chegar e Fátima aconselha-a a fixar a sua cara. Quando Mariano regressa do quarto, continua a conversar descontraidamente com Benedita e a empregada ainda fica mais ciumenta. Tomás conta a Lúcia que ficou desapontado que Salvador não tenha voltado atrás na decisão de abandonar a escola de surf. Artur recebe uma chamada de Isabel e diz que vai ter de ir para casa, pois a mulher não aguenta estar sozinha e só pensa no acidente que Salvador sofreu. Lúcia tranquiliza Artur e responde que pode ir tranquilo porque o movimento no bar está tranquilo e sempre tem Tomás para a ajudar se for preciso. Acácio tenta seduzir Lé, aproveitando o facto de ela estar cheia de saudades da filha e lamentando-se ele próprio por não ter conseguido fazer mais para ajudar Salvador quando ele teve o acidente na praia. Lá não vai na cantiga e manda-o ir dormir. Carlos atreve-se a perguntar a Fátima quando está na cama com ela, se Mariano é melhor do que ele e se tem algum talento escondido. Ela fica furiosa e expulsa-o do quarto, ameaçando não querer mais nada com ele se voltar a falar daquele assunto. (conclusão)

——

Acácio surpreende Carlos depois deste deixar o quarto de Fátima e persegue-o, querendo vingar a honra da filha. O motorista volta ao quarto da namorada para se refugiar ali mas ela recusa-se a abrir a porta por não acreditar que o pai o esteja a perseguir. Sem alternativa, Carlos entra no quarto de Mariano e este aceita escondê-lo debaixo da cama, com a promessa de lhe perdoar por se ter envolvido com Fátima. Acácio entra no quarto e acredita em Mariano quando ele lhe garante que não viu o motorista e ainda deseja que ele o apanhe, pois o que fez ao fugir do casamento merece castigo. Depois de Acácio sair, Carlos reaparece e dá o dito por não dito, reafirmando a ideia de matar Mariano, embora com menos sofrimento para ele. Camila tem um pesadelo e vai aninhar-se em Teresa que está já deitada no seu quarto, ainda a trabalhar. Por estar atenta a mimar a sobrinha, Teresa não consegue responder a uma mensagem romântica que Manel acaba de lhe enviar. No dia seguinte, pela manhã, Manel acha estranho que Teresa não lhe tenha respondido à mensagem carinhosa que lhe enviou na noite anterior mas como tem de ajudar Vasco a despachar-se para o ir levar ao palacete, também não procura saber o que se passou. O filho mostra-se renitente em ir passar o dia com os amigos, pois confessa não gostar do comportamento que Matias adoptou nos últimos tempos. No entanto, prefere ir para o palacete a estar o dia inteiro em casa da avó. Enquanto o filho vai ao quarto, Manel atende uma chamada de Teresa que lhe explica porque é que não lhe respondeu á mensagem da noite anterior. O namorado mostra-se compreensivo e exige ser compensado com um almoço ou jantar romântico. Depois de desligar, Teresa conversa com Simão e o irmão confessa-lhe que não dormiu bem, ainda mais porque agora tem de preocupar-se com a intenção de Rosa lhe tirar a custódia de Camila. A irmã faz-lhe ver que a menina precisa muito da sua atenção e ele conta que já tinha decidido não ir trabalhar para ficar com a filha. Rosa, por sua vez, prepara-se para sair de casa e mantém a intenção de ir à Segurança Social para fazer valer os seus direitos e assim ficar com Camila. Adelino e Ana tentam demovê-la e a filha diz mesmo que ela não está a proceder bem. Rosa mantém-se insensível à voz da razão e reafirma que está a proceder bem. Ricardo tenta sair de casa de Sofia sem fazer barulho mas é apanhado por Beatriz, ficando constrangido por ter de explicar que ficou a dormir com Sofia. A namorada também aparece nesse momento e ele beija-a dizendo que vai a casa tomar um banho, antes de ir para a empresa. Já a sós, Beatriz elogia a irmã por ela ter dado mais uma oportunidade a Ricardo e Sofia contrapõe que ela deveria fazer o mesmo em relação a Mariano. Beatriz fica mais uma vez a pensar no assunto, quase convencida a seguir o conselho da irmã. Benedita encontra Horácio na fábrica e, depois de lamentar que ele tenha decidido reformar-se, repara que ele está muito em baixo, ainda a sofrer com a morte de Nuno. O encarregado confessa que não está a ser fácil superar a perda do filho e Benedita sugere-lhe que partilhe a sua dor com Simão, revelando que também ele está a sofrer por ter perdido o amor da sua vida. Horácio reconhece que nunca teve uma grande proximidade com Simão embora ache que Nuno iria ficar satisfeito se ele tomasse essa iniciativa. Horácio agradece a Benedita a sua amizade e troca com ela um abraço emocionado. Fátima volta a criticar Benedita, acusando-a de ser uma mulher desleixada, pois deixou o quarto todo desarrumado. Lé responde com humor que ela está é com ciumes e a empregada insiste que Mariano tem de estar atento, porque Benedita é bem capaz de tentar seduzi-lo. Marisa fala ao telefone com Dulce e conta-lhe que Carlos andou à procura de armas na internet, temendo que ele queira matar alguém. O motorista entra na cozinha naquele instante e a cozinheira dos Aragão passa-lhe o telefone, apanhando-o desprevenido. Quando ele percebe que é a mãe, trata de desvalorizar o que Marisa contou, enquanto Dulce berra do outro lado, ameaçando regressar a Lisboa para o pôr na ordem. Manel entrega Vasco no palacete e Lé anuncia que preparou uma serie de actividades no jardim para ele se divertir com os amigos. Violeta fica toda contente mas Matias diz logo que prefere ficar a jogar consola. Fátima diz logo que isso não vai acontecer e Matias fica amuado. Margarida confessa a sua tristeza pelo facto de a mãe continuar na prisão e de nunca mais sair o recurso que lhe pode permitir esperar pelo julgamento em casa. Simão concorda que o ambiente na prisão é muito pesado e concorda que a tarefa de Teresa também não está a ser fácil, defendendo que devem esforçar-se por aliviar as preocupações da irmã. Camila interrompe a conversa e procura o carinho da tia, que lhe estende os braços para a receber. Simão conta que tirou o dia para ficar com ela e explica que nos últimos dias teve a necessidade de estar mais afastado, mas que agora estará sempre com ela. Camila fica radiante e vai divertida com o pai para o picadeiro, depois de Margarida sugerir um passeio a cavalo. Teresa confere com Ângela o expediente que tem de despachar na empresa e recebe uma chamada de Laura que conta que pode regressar a casa ainda nesse dia, caso o recurso para aguardar julgamento em prisão domiciliária tenha provimento. Teresa fica esperançada em que isso aconteça e sugere a Laura que em vez de comprarem mais lojas, as aluguem, combatendo assim a concorrência da Mood. No entanto, a mãe, cega pelo ódio a Sofia, insiste que têm de investir, apesar do departamento financeiro da Boheme o desaconselhar. Pressionada por outra reclusa que também quer telefonar, Laura tem apenas tempo para perguntar por Salvador. Salvador mostra-se cada vez mais distante de Matilde, mas cada vez mais próximo de Luísa. Enquanto insiste com a mulher para que vá trabalhar para a livraria, esboçando apenas sorrisos forçados, já com a fisioterapeuta o seu rosto ilumina-se, tratando-a com grande cumplicidade. Matilde aproveita o facto de Salvador iniciar mais uma sessão de recuperação e vai falar com o médico que o segue. Fica mais animada quando o clínico afirma que está a pensar dar alta a Salvador ao fim do dia. Adelino acompanha Rosa à florista que Nuno geria e ela, depois de se emocionar ao ver o espaço tal como o filho o deixou, decide tomar conta do negócio como forma de o homenagear, reconhecendo que será também uma forma de o sentir perto de si. Benedita fica intrigada quando Horácio lhe conta que vai ter de sair da fábrica para fazer algo que já devia ter feito há muito tempo. Manel visita Ana no ginásio e acaba por ficar a almoçar com ela, depois de lhe dar conta das boas notas que Vasco teve na escola. Beatriz fecha contrato com uma empresa de venda de artigos on-line e é surpreendida por Sofia e Ricardo que lhe mostram os modelos de sapatos da Mood para a nova colecção. Todos de mostram entusiasmados com a proximidade do lançamento. Mariano tenta saber novidades sobre Beatriz através de Matilde. A amiga percebe as suas intenções e diz que o telefone da tia continua a ser o mesmo, sugerindo-lhe que lhe telefone. Carlos pressiona Fátima para que ela conte ao pai que eles estão de novo juntos mas ela reaje mal ao ultimato. O motorista muda de estratégia e deixa a entender que está disposto a manchar as mãos com o sangue de Mariano, deixando Fátima preocupada e sem saber como agir. Isabel aparece no bar e começa a mostrar a Artur as compras que fez para o bebé. Ele retrai-se e não mostra grande entusiasmo, preferindo ver tudo em casa com atenção. Isabel enerva-se e fica zangada, valendo a intervenção de Lúcia que põe água na fervura. Bruno faz uma cena de ciumes a Ana quando percebe que ela almoçou no ginásio com Manel. (conclusão)

  • Zebedeu

    Eu Adoro esta novela :-)

  • Zebedeu

    Quando a Sofia ouviu a mensagem de Andreia sobre a traisao …
    Ai se a Laura sabe que a Andreia e o detetive fizeram aquilo em conjunto e
    verdade que o detetive anunciou o seu amor a Laura e se a Laura sabe.
    HaHaHaHa-:-)

  • jioja

    Adoro esta novela ! !!!!!!!!

  • Bruno Marques

    eu adoro a novela sou o fa numero um a Laura foi mesmo ma quando inundou a fabrica a Sofia

  • matthew

    A resposta para a tua pergunta é joão pedro pais estás á espera de quÊ

  • matthew

    Eu vejo esta novela todos os dias
    É a minha novela favorita

  • joana

    adoro a novela

  • Daniela

    Adoro esta novela

  • Willian Mendonça

    Eu leio todos os dias o resumo da novela Sol de Inverno e estou adorando todos os capítulos. E os melhores capítulos para mim, foram os do dia em que Sofia foi realizar trabalhos comunitários na Boheme. O capítulo de ontem quinta feira 24/10, eme que Eduardo expulsa Andreia de casa ao saber que ela abortou para manter o trabalho e o capítulo de hoje, onde os bandidos assaltam o pai de Sofia e o obriga a cavar sua própria sepultura. E tem a capítulo também em que Laura descobre que Isabel é a mãe biológica de Salvador. Show essa novela!

    • eduardo

      boas.
      gostava de saber qual o nome do artista e musica no capitulo de ontem entre eduardo e benedita.

      • Catarina

        Acho que é João Pedro pais

    • Catarina

      Então sabes o nome do bebe da Matilde? E é menino ou menina?

      • Willian Mendonça

        Olá, Eduardo

        Eu moro no Brasil

        Eu leio todos os dias o resumo da novela Sol de Inverno, mas não assisto os vídeos. Eu até busquei na internet os vídeos com episódios completos, mas não achei e só achei poucos minutos. Desculpe, mas não conheço o nome da música e do cantor

        Em 21 de abril de 2014 19:06, Disqus escreveu:

      • oliveira otilia

        parabens a todos

Real Time Web Analytics