Novela Dancin Days: resumo dos próximos episódios

Novela Dancin Days – a SIC Portugal divulgou no resumo dos próximos episódios da novela Dancin Days que já em pleno oceano, Duarte traça a rota do veleiro e trava o leme, juntando-se a Júlia e Martim que seguram o cachorrinho que ele comprou. Duarte e Júlia beijam-se apaixonados, finalmente juntos. Na novela Dancin Days, 336º Episódio – 27 de setembro,  sexta-feira -Ainda na garagem do hotel, Inês tem de se esconder debaixo do carro de Duarte para não ser vista por uma camareira que surge nesse instante com um segurança com quem anda a trair o marido. Filipa despede-se de Duarte e de Gui e diz que tem de ir mostrar às colegas da revista o seu anel de noivado, para além de ter de ir buscar Carolina. Quando fica a sós com o irmão, Duarte lembra-lhe que o casamento é um assunto sério e se decidiu dar esse passo deve respeitar Filipa. Enquanto se deslocam para outra área do hotel, os irmãos encontram Nádia. Esta diz a Gui que está a acompanhar a estadia de uma cantora de que não querem divulgar o nome e ele pede-lhe que passe mais tarde pelo gabinete, para o colocar a par de tudo. Duarte lança um ar reprovador ao irmão. Filipa aparece com Carolina ao colo e conta que o carro não pega. Duarte oferece-lhe o seu e entrega-lhe a chave mas Gui diz que não há necessidade pois um dos motoristas pode levá-la. Filipa devolve a chave a Duarte, agradecendo-lhe a gentileza. Júlia abraça Mariana e Nonô no regresso a casa e pede desculpa à filha por lhe ter comprado apenas um presente. Todas entendem com cumplicidade que ela desfrutou cada momento em Itália no reencontro com Duarte. Mariana põe a mãe a par das novidades e diz que decidiu desistir de ser assistente de bordo porque Gui cumpriu a promessa de lhe conceder a guarda partilha de Carolina, optando por ficar perto da filha. Júlia afirma que ela tomou a decisão acertada. Raquel chega nesse instante e abraça a irmã, querendo que ela confira as contas do Dancin’ Days, pois tiveram um dos maiores lucros de sempre. Júlia surpreende a irmã recusando conferir seja o que for pois decidiu que a partir daquele dia o clube será seu. Raquel fica comovida e volta a abraçar Júlia que também deixa escapar algumas lágrimas. Com a felicidade no ar, despede-se de Mariana, Nonô e Raquel para se juntar a Duarte no hotel. Mariana comenta que agora não se largam e Júlia abre um sorriso largo, dizendo que têm de recuperar o tempo perdido. Duarte prepara-se para deixar o hotel mas ainda conta a Gui que vai comprar um cachorro filho de Lucky, o cão que atropelou no dia em que conheceu Júlia. Gui troça da lamechice do irmão que lhe lembra não ter sido ele a montar um filme para pedir Filipa em casamento. Depois de se despedirem, Duarte encaminha-se para o parque de estacionamento mas é detido por Gui que o chama, pois Teresa acabou de chegar. Duarte vai ao encontro da mãe e contrafeito acaba por cumprimenta-la com um beijo fogaz. Ela diz que precisa de um café e os três encaminham-se para o bar. No estacionamento do hotel, um empregado avisa um colega que se o patrão o apanha a fumar no local, vai ter problemas, dizendo que o encontrou perto das escadas pronto para sair. O funcionário da manutenção apaga o cigarro á pressa e Inês assiste a tudo, escondida debaixo do carro de Duarte. O segurança que também ali está diz que vai voltar aos monitores e, aproveitando a desmobilização dos homens, Inês sai debaixo do carro e vai esconder-se atrás de uma porta para não ser detetada, murmurando que está ansiosa para ver a cara de Duarte. Teresa fica desiludida quando os filhos lhe dizem que a única alternativa que tem para sobreviver é vender a casa onde vive em Sintra e comprar uma mais pequena. Gui assegura à mãe que vai ter de abdicar de muitas coisas e sugere que com o dinheiro que sobrar da venda da casa, abram uma conta que seja ele e o irmão a gerir para que ela não se exceda nos gastos. Teresa recusa ficar sem mulher-a-dias, pois não está para tratar da roupa nem fazer as suas refeições. Duarte faz menção de se ir embora mas a mãe engole a indignação e diz que aceita o que eles estão a propor. A baby-sitter aparece com Martim ao colo e Teresa pega no neto depois de Duarte autorizar, dizendo que ele é lindo e parecido com o pai. Duarte não se comove e pega no filho para ir embora, depois de receber uma chamada. Duarte encontra-se na receção do hotel com Júlia e diz que queria ter tratado de um assunto antes de ela chegar, mas não conseguiu. Pede-lhe que segure em Martim e que espere por ele, enquanto vai buscar o carro à garagem. Duarte entra no estacionamento e Inês, escondida atrás da porta onde se colocou, vê-o entrar no carro. Quando liga a ignição, a luz da bomba muda de vermelho para verde e o relógio inicia a contagem decrescente de dez minutos. Inês liga um cronómetro que tem na mão e quando Duarte arranca com o carro, apressa-se a subir as escadas da garagem. Já na entrada do hotel, Inês vê que Júlia está a colocar Martim dentro do carro de Duarte e fica transtornada, pois não esperava colocar a vida do filho em risco. Rapidamente avança para a frente do carro e faz com que Júlia e Duarte saiam, depois de gritar que colocou uma bomba que está prestes a rebentar. Inicialmente, Duarte não acredita mas quando espreita para debaixo do automóvel vê o relógio em contagem decrescente e percebe que a ex-mulher fala verdade. Inês tira o cinto de segurança de Martim e, pela primeira vez, pega no filho. Em lágrimas beija o menino dizendo que o ama e entrega-o a Júlia pedindo-lhe que o tire dali e tome bem conta dele. As pessoas observam a cena à distância sem se aperceberem do que se está a passar. Duarte dá ordem a um funcionário para que evacue o local e dispõe-se, com o coração destroçado, em tirar o carro dali. Júlia, já em lágrimas, pede-lhe que não arrisque a vida. Nesse momento, Inês entra no carro e arranca a alta velocidade. Duarte chama por ela mas nada pode fazer e decide correr para a receção do hotel, pedindo a Gui que ligue para a polícia, porque Inês lhe pôs uma bomba no carro. O irmão fica sem reação e Duarte vai para trás do balcão e faz a chamada. Inês conduz enlouquecida pela cidade e força sinais vermelhos, quase embatendo noutros carros. A contagem decrescente continua, aproximando-se a explosão da bomba. Inês chora convulsivamente e telefona a Áurea. Ao ouvir a voz da mãe chora ainda mais e inicia a sua despedida dizendo que a ama e pedindo-lhe que diga um dia a Martim que também o amava muito. Áurea, muito nervosa, implora à filha repetidamente que diga onde está para a ir buscar. Inês continua a chorar e pede para que ela diga a Bruno e aos avós que também gosta muito deles. Áurea chora desesperada e insiste para que a filha não faça nada e lhe diga onde está mas Inês despede-se e desliga a chamada, deixando a mãe destroçada. Com ar enlouquecido, Inês continua a conduzir a alta velocidade e vai controlando o tempo que falta para a bomba explodir. Aumenta o volume do rádio e não atende o telemóvel que toca ao seu lado. Quando o relógio da bomba indica que faltam cinco segundos para a explosão, Inês fecha os olhos e atira o carro para fora da estrada. O carro conduzido por Inês voa por uma ravina e ela recosta-se no banco com uma expressão de paz interior, até que o automóvel explode no ar, formando uma bola de fogo que vai cair no mar. Quatro dias depois da tragédia a família faz o luto por Inês em casa de Áurea, que se culpa pela morte da filha, atribuindo-a ao facto de ser desequilibrada. Aníbal abraça a ex-mulher e afirma que ela não tem culpa da doença da filha. Alberto consola Bruno e Carminho confessa que nunca pensou que a sobrinha estivesse tão descompensada. Germano comenta que Aníbal ficou tão transtornado quando soube da morte da filha que até teve de o levar ao hospital. Ester oferece-se para fazer um chá e acarinha Áurea, que lhe agradece o apoio. Duarte pergunta a Júlia como é que vai explicar um dia a Martim, toda a tragédia que envolveu a morte da mãe. Júlia diz-lhe que terá apenas de contar a verdade e que Inês o amou até ao último momento da sua vida e até o salvou. Martim, que brinca entre eles, entrega o peluche ao pai. Duarte pega no filho e abraça-o. Raquel comenta com Babi o ato tresloucado de Inês mas acaba por reconhecer que no fundo ela tinha alguma humanidade, uma vez que acabou por salvar Duarte, Júlia e o bebé de uma morte certa. Gui convida Mariana para trabalhar no gabinete de comunicação do hotel, quando ela vai buscar Carolina. A ex-mulher abraça-o radiante e ele diz que está a tentar restabelecer alguma justiça, olhando para Filipa que lhe sorri, feliz pela decisão que ele tomou. Depois do funeral de Inês, Ivo e Luísa comentam as férias no parque naturista e o escaldão que apanharam por andarem nus ao sol. Hernâni mostra-se impressionado com a imagem de alguém a perder a pele. Sónia chega nessa altura, vestida com exuberância e com um penteado que faz com que Luísa anuncie com ironia que ali vem a dama do centro. Ela pede que parem de elogiar, pois já sabe que está bonita. Nicole não aguenta e provoca-a, atirando que pode vestir a melhor roupa do mundo, que ficará sempre com ar duvidoso. Nicole e Hernâni afastam-se e ele segreda-lhe que como a filha vai sair com os amigos e vão ficar sozinhos, já planeou uma festa a dois para a banheira. A seguir dá um beijo repenicado à mulher. Sónia insiste em dizer mal de tudo e de todos e decide embirrar mais uma vez com Cristóvão. Este, depois de lhe responder à letra faz menção de se ir embora. Matilde, completamente apaixonada, agita a mão e torna visível o anel de noivado que ele lhe ofereceu. Sónia fica curiosa e Matilde responde-lhe que aquilo é um sinal de compromisso que ela jamais receberá, pois será sempre a outra. Sónia responde que prefere ter um amante rico do que um noivo pobre. Duarte Júlia e Martim estão de partida para uma viagem de um mês, no mar. Raquel, Mariana e João vão despedir-se deles ao cais. Júlia diz a Raquel que quando voltar lhe vai arranjar um namorado. A irmã disfarça algum incómodo e responde que uma boa tarde de compras a deixa satisfeita. Vera organiza com o galerista a exposição que vai fazer com as fotografias que tirou durante a viagem que fez pela europa. Sebastião aparece nessa altura e constata que se enganou no dia da inauguração. Ficam alguns momentos à conversa e o antigo namorado diz que ele perece uma princesa e que o seu trabalho está a dar que falar, pois já saiu numa revista. Vera reconhece que esta é uma boa oportunidade para se mostrar e pergunta como ele se sente. Sebastião revela que já está livre de drogas há para seis meses, mas afiança que não quer nada dela porque sabe que nada será como já foi. Vera convida-o para estar na inauguração da exposição e oferece-lhe um dos seus trabalhos. Carminho e Jorge casam em Las Vegas. O casamento é celebrado por um sósia de Elvis Presley. Jorge decide enviar a foto do momento para Alberto. Vera senta-se no lugar que lhe está destinado na igreja para assistir ao casamento de Aníbal e Germano. Alberto recebe no telemóvel a fotografia de Carminho e Jorge a casarem em Las Vegas. Ester solta um comentário de espanto. No altar, a conservadora declara Aníbal e Germano unidos pelo casamento. Os noivos recebem os cumprimentos dos convidados e Alberto reconhece que foi uma cerimónia bonita, apertando a mão de Aníbal. Paulo só pensa em comer e é repreendido por Amélia. Bruno fica atrapalhado quando diz que a filha de uns amigos e Londres perguntou por ele. Áurea fala à parte com Aníbal e deseja-lhe felicidades. Ambos reconhecem que tiveram momentos felizes e que ninguém teve culpa pelo fim do casamento. Áurea confessa que não vai conseguir preencher o vazio deixado pela morte da filha. Aníbal conforta-a dizendo que Rafael parece ser um bom homem e Áurea mostra-se convencida que também vai conseguir refazer a sua vida ao lado do terapeuta. Raquel procura um vestido na loja onde trabalhou e onde conheceu Zé Maria. A história parece repetir-se, uma vez que é atendida por Gonçalo, o atual gerente que se insinua e acaba por convidá-la para jantar. Raquel aceita com muito agrado. Teresa resmunga com os homens que lhe fazem a mudança de casa, porque não conseguem que uma mesa antiga caiba no prédio. Desesperada, murmura que vai definhar naquele sítio e faz uma chamada telefónica. Duarte prepara-se para soltar as amarras do veleiro quando recebe uma chamada a chamada de Teresa. Júlia pergunta-lhe se não vai atender e ele responde que agora não e questiona-a se está preparada para iniciar a viagem. Júlia sorri e responde que esteve a vida toda a preparar-se para ela. Já em pleno oceano, Duarte traça a rota do veleiro e trava o leme, juntando-se a Júlia e Martim que seguram o cachorrinho que ele comprou. Duarte e Júlia beijam-se apaixonados, finalmente juntos.

Novela Dancin Days SIC: resumo dos episódios

Comente esta novela no final da página.

Fonte: Dancin Days, novela da SIC – resumo dos próximos episódios

 

  • CELIA

    Boa novela. Não mudaram o conteudo, apenas atualizaram. Parabéns

  • Redação

    Bela Novela

Real Time Web Analytics