Novela “Belmonte” – resumo dos próximos episódios

novela-belmonteNovela Belmonte – a TVI Portugal divulgou no resumo dos próximos episódios da novela Belmonte que Beatriz está à porta da igreja onde um grupo de fiéis espera pelo prior. Como o padre não dá sinais de chegar, Beatriz resolve ir procurá-lo, mas só encontra Joana com um saco cheio de corda, fita cola e algumas madeiras. Contudo, a jovem diz não saber onde para Artur. Hugo e Lucas conversam sobre a peça de Paula. Lucas desvaloriza a peça e diz que tudo não passou de um ensaio, de uma leitura da peça feita pelos atores. Depois, Lucas pede ao amigo que lhe dê as fotos de Carlos à porta do bordel. Acrescenta ainda que pretende saber se naquela casa trabalhava alguma rapariga chamada Nádia. Hugo estranha a pergunta. Joana tem o padre amarrado numa caixa de madeira. Está isolado no meio de uma igreja abandonada e completamente atordoado. Na novela Belmonte, episódio de segunda-feira, 21 de julho – Episódio 227 - Flip e Íris contam a Hugo como correu a visita a Carlos e a Inês. Os hippies garantem ao jornalista que Carlos é culpado no caso do tráfico de mulheres. Filp acrescenta que em toda a vida só conheceu uma aura tão negra como a do Belmonte, a de Nina. A tão aguardada conversa familiar começa finamente para alívio de todos. João é muito direto e não permite que as investidas de Inês para o demover surtam efeito. Conta a Carlos que eles têm provas de que ele esteve por detrás das fraudes, dos desvios de dinheiro e da morte de Emílio. Filp e Íris não conseguem compreender o motivo pelo qual Hugo descredibiliza a informação que lhe acabam de dar. Ele alega que de nada serve como prova, mas o casal não consegue perceber o porquê. João explica ao irmão, perante toda a família, que estão dispostos a esquecer tudo o que ele fez e a perdoá-lo. Inês insurge-se e diz que tudo aquilo é uma grande mentira. Contudo, ninguém lhe dá ouvidos. João prossegue e adianta que tudo será clarificado assim que o irmão Carlos ligue para um banco na Suíça onde tem o dinheiro e dê a ordem para que o banco o devolva ao grupo. Todos estacam sem saber como reagir. No café de Beatriz, Joana e o Padre Artur bebem café juntos. A rapariga distrai o prior com o assunto da venda do café e deita um líquido no café dele. Artur não se apercebe e bebe o café todo. Nas instalações da PJ, Mário conversa com o inspetor Oliveira e tenta chegar a um consenso. Contudo, o inspetor não está para aí virado. Diz que quer a todo o custo acusar Sofia, pois é a única forma de conseguir prender Gustavo. Artur começa a sentir-se muito mal, cheio de suores e tonturas. Percebe que foi drogado e Joana, que está mesmo a seu lado, leva-o para uma rua discreta antes de ele desfalecer. A discussão começa a subir de tom e Calos acusa a pressão. Diz que está com muitas dores de cabeça e pede para subir para o quarto. Ficam todos irritados por não conseguirem acabar a conversa. Já no quarto, confessa a Inês que terá de salvar o dinheiro antes que João lhe deite a mão. Quando a mulher sai, Carlos liga para alguém e pede que executem o plano B, matar Tony. O plano é posto em prática imediatamente. Como a conversa com Carlos não deu em nado, Paula volta para a estalagem e conta a Sofia o que se passou. Já Lucas vai ter com Hugo, mas depressa se arrepende, pois percebe que o amigo está a preparar uma entrevista para fazer a Paula acerca da peça de teatro que escreveu.

Novela Belmonte TVI: resumo dos próximos episódios

Novela Belmonte: Julieta não quer morrer sem ser mãe
Novela Belmonte – Emílio Belmonte está vivo

Comente esta novela no final da página

Na novela Belmonte, episódio de terça-feira, 22 de julho – Episódio 228 - Beatriz está à porta da igreja onde um grupo de fiéis espera pelo prior. Como o padre não dá sinais de chegar, Beatriz resolve ir procurá-lo, mas só encontra Joana com um saco cheio de corda, fita cola e algumas madeiras. Contudo, a jovem diz não saber onde para Artur. Hugo e Lucas conversam sobre a peça de Paula. Lucas desvaloriza a peça e diz que tudo não passou de um ensaio, de uma leitura da peça feita pelos atores. Depois, Lucas pede ao amigo que lhe dê as fotos de Carlos à porta do bordel. Acrescenta ainda que pretende saber se naquela casa trabalhava alguma rapariga chamada Nádia. Hugo estranha a pergunta. Joana tem o padre amarrado numa caixa de madeira. Está isolado no meio de uma igreja abandonada e completamente atordoado. Percebe que Joana o drogou e tenta entender o que lhe irá acontecer. Na redação do jornal, Hugo explica a Lucas que era Sílvia quem estava a investigar Carlos e a casa de alterne, pelo que somente ela poderia saber se Nádia trabalhava lá ou não. Hugo acrescenta ainda que recebeu um e-mail da jornalista a dar conta de recentes descobertas. Beatriz continua a maldizer o padre por ter desaparecido quando Hugo entra no café e a ouve a desabafar com Rosário. Decidido, diz à namorada que estranha este desaparecimento repentino e decide ir à igreja à procura do amigo. Joaquim, preocupado, vai ter com Miguel e tenta saber junto dele como será o futuro da pedreira. Já não têm encomendas e estão a trabalhar sem saber se irão receber no final do mês. O Milheiro descansa-o e diz-lhe que em breve terão muito mais trabalho, pois os Belmonte estão prestes a comprar a empresa. Quando Mário chega a Estremoz e conta a João que Tony está morto, ele fica muito intrigado. Suspeita que o irmão tenha algo a ver com isso. João diz a Mário que é muito curioso que somente quando ele confrontou Carlos é que Tony foi assassinado. Pede-lhe que investigue o passado do suposto contabilista. No final do dia, já de noite, Beatriz vai até casa de Joaquim e de António. Está com uma atitude muito diferente. Dá muita atenção ao filho e a tudo o que ele diz. Elogia o seus quadros e está muito carinhosa. Tanto o ex-marido como o filho estranham a mudança. Na igreja abandonada, Joana dá o jantar ao padre. Voltou a colocar mais droga na comida e à medida que lhe vai dando à boca, vai-lhe confessando o seu amor. Quase que o força a corresponder esta paixão desmedida. O padre, cada vez mais a custo, vai-se debatendo como pode. Lucas está muito incomodado com o clima de suspeição e desconfiança que paira em sua casa. Questiona José acerca da conta que Carlos tem na Suíça, mas é Sónia quem lhe responde. Ela diz que a conta está a ser vigiada, mas que apenas se conseguem conhecer os movimentos de dinheiros e não as consultas que são feitas. Ele pede mais detalhes e ela diz-lhe que somente uma relação direta com o banco permitiria uma vigilância mais fina e detalhada. Já no final da conversa, Lucas começa a somar dois mais dois e percebe que se Carlos estava a controlar os passos de Francisco, e se ele estava a representar a Nottingham, então o irmão está por detrás do grupo inglês. No seu quarto, Carlos explica a Inês o seu plano. No dia seguinte irão reunir de novo a família e Carlos prontificar-se-á a devolver tudo. Contudo, dirá que não tem como o fazer, pois não sabe nem o número da conta, nem o banco nem os códigos. A mulher alinha no plano e desce.

Na novela Belmonte, episódio de quarta-feira, 23 de julho – Episódio 229 - Inês desce dos quartos com a notícia de que Carlos se quer reunir com a família. Quer verificar se realmente efetuou os desvios das contas do Grupo e, caso o tenha feito, pretende devolver tudo à família. Todos ficam apreensivos mas recebem a notícia com alguma esperança de que tudo se resolva. Nessa noite, todos estão nos seus afazeres. João faz pesquisas sobre problemas de memória, Paula tenta escrever, em vão, e Sofia revê com nostalgia fotografias antigas. Já Joana deixa Artur, inconsciente, amordaçado e amarrado na igreja abandonada, antes de sair. Na manhã seguinte, Hugo toma o pequeno-almoço com Rosário. Falam sobre o desaparecimento do Padre Artur e o jornalista decide que depois de comer irá à procura do pároco. Rosário adverte que a última pessoa que foi vista com ele foi Joana e que, chanfrada como ela é, é bem possível que o tenha raptado. Hugo fica a pensar no assunto. Lucas apanha Luísa na cozinha e pede-lhe desculpa por não lhe poder contar nada do que se está a passar. Admite, no entanto, ter muitas saudades suas e pede-lhe que não se afastem mais. Os dois beijam-se. Antes de Paula sair da estalagem para a reunião com os irmãos, Gustavo apanha-a ao pequeno-almoço e provoca-a, insinuando que ela e Sofia se estão a preparar para fugir para o Brasil. Sofia, ao ver que o advogado conversa com Paula, lança-lhe um olhar ameaçador e garante que não olhará a meios se este voltar a falar com a filha. Hugo vai até ao posto da GNR e consegue convencer Susana a ir com um dos seus homens até casa do Padre Artur. Gustavo exige a Sofia que retire as acusações sobre si perante o inspetor Oliveira. Sofia, porém, diz estar demasiado ocupada a preparar a sua ida ao Algarve e o seu regresso ao Brasil. Susana e Hugo regressam da casa do Padre Artur sem novidades. Apenas sabem que este não dormiu nem comeu em casa. Beatriz está no café e comenta ter visto Joana, no dia anterior, carregada de sacos com cordas, pedaços de madeira, e fita adesiva lá dentro. Hugo e Susana percebem que a possibilidade de a rapariga ter raptado o padre é uma hipótese bem plausível. A reunião dos irmãos corre tal como Carlos previa. Dizendo que não se lembra dos códigos de acesso, consegue manipular as tentativas de acesso e os telefonemas, por forma a não lhe darem qualquer informação. Para que os irmãos não fiquem com dúvidas em relação a si, Carlos sugere ir à Suíça, com um ou mais irmãos, para comprovar a existência da conta e retirar de lá o dinheiro. João prontifica-se a ir consigo e combinam partir no dia seguinte. Hugo vai até à Adega à procura de Joana. Contudo, a rapariga não está. Está na igreja abandonada a alimentar Artur. Joana diz-lhe que se ele se portar bem e disser a Hugo e a João que foi passar uns dias a Itália, que o levará para casa, onde estará mais confortável. Enquanto compram a viagem para o dia seguinte, João pede a Sónia que fale com o seu amigo da Suíça para que ele confirme se Carlos mexeu ou não nas contas antes de eles chegarem lá. Sónia anui e todos ficam receosos com esta possibilidade.

Na novela Belmonte, episódio de quinta-feira, 24 de julho – Episódio 230 - Sónia tenta falar com o seu contacto na Suíça mas ele não lhe atende o telefone. João e José ficam preocupados. Íris e Flip têm a casa pronta e estão ansiosos por oferecê-la a Rafael e a Filomena. Combinam então com o casal que nesse dia visitarão a casa. Ao perceber que o contacto de Sónia foi despedido, João e José começam a colocar em causa que o dinheiro ainda exista na conta. Pior, pensam ainda que Carlos poderá ter algo a ver com o despedimento do homem. Ainda assim, João decide ir, no dia seguinte, à Suíça. Carlos está sentado à mesa a almoçar com Inês e com Pedro. Pedro puxa pelo irmão e pede-lhe que recorde o último dia que tem na memória. Carlos diz ter estado numa reunião de negócios e de ter ido almoçar com o pai. Ao comparar alguns papéis, Pedro constata que até agora, tudo bate certo. Joaquim vai almoçar ao café de Beatriz e repara que esta ainda tem afixado o papel da venda do estabelecimento. Beatriz confessa estar farta de Estremoz e diz que se quer ir embora daquela terra. Joaquim acaba por convidar a ex-mulher para jantar lá em casa consigo e com o filho. Carlos vai dar uma volta a cavalo mas, mais do que isso, vai com um objetivo concreto: entregar a um homem um envelope cheio de notas chorudas. Pedro adverte João para que tenha cuidado na viagem do dia seguinte. Todos temem que Carlos faça algum mal ao irmão. Depois de Joana sair, é seguida por Hugo à distância. Ao ver-se sozinho na Adega, João telefona a Paula para que esta vá ter consigo. Íris e Flip mostram a casa nova a Filomena e Rafael. Antes de abrirem a porta, entregam-lhes as chaves e oferecem-lhes a casa, com muita amizade. O casal não esconde a emoção e até Leonor solta uma lágrima. Joana continua a caminhar apressada, com uns sacos de compras na mão. É seguida por Hugo, que de longe vai vigiando todos os passos da rapariga. Enquanto isso, Artur acorda e, a custo, consegue soltar-se. Joana entra na igreja abandonada e não vê o padre. Entra em pânico com medo de ter perdido o seu amor. Nesse momento Artur aparece e começa a conversar com ela, tentando mostrar-lhe que o amor não se pode forçar. Nesse momento, Hugo liga a Susana e informa-a de onde Joana tem o padre escondido. No café, Beatriz desabafa com Rosário e diz-lhe que se quer ir embora daquela terra. Rosário tenta convencer a amiga que deve primeiro lutar pelo seu filho, antes de baixar os braços e partir. Beatriz diz-lhe que vai jantar a casa do marido e que tentará falar com António, no entanto, a tristeza espelhada no seu rosto não deixa ninguém indiferente.

Na novela Belmonte, episódio de sexta-feira, 25 de julho – Episódio 231 - O padre Artur tenta, desesperadamente, mas com muita calma e medindo cada palavra, convencer Joana a esquecer a ideia de casarem e serem felizes para sempre. A rapariga está desfeita em lágrimas e luta contra a terrível realidade: eles nunca se irão casar. Hugo e a sargento Susana estão do lado de fora da igreja abandonada. A sargento saca da arma e prepara-se para entrar, seguida de perto por Hugo. O padre Artur e Joana apercebem-se da aproximação dos dois e o padre foge para proteger Joana. A rapariga fica então sentada a comer descontraidamente. É assim que a sargento e o amigo jornalista a encontram, sozinha. Ela faz-se de despercebida e diz estar ali para conseguir pensar melhor. Que está sozinha e que não sabe de Artur. Eles não acreditam mas vêem-se forçados a ceder. Miguel conversa com Pedro e fica satisfeito ao perceber que ele está a tratar de tudo relativamente à venda da pedreira e do parque. Contudo, Julieta e o namorado estranham o facto de Miguel estar constantemente a falar com a fotografia de Anabela como se da própria se tratasse. Na herdade Belmonte, José perde as estribeiras em mais uma conversa com Carlos. Ele finge ter-se esquecido do Tablet e José irrita-se dizendo que está farto dele e de ter que o ver. O tom agressivo do irmão deixa Carlos muito irritado, embora não o demonstre. O Padre Artur reaparece na cidade e conta a todos quantos lhe perguntam que a mota dele avariou e que foi por isso que se ausentou e não conseguiu dar notícias. Poucos acreditam mas aceitam. Hugo não acredita nem um pouco na história que o padre contou. Está convencido que Joana raptou o padre mas que ele, de alguma forma escapou e que está agora a proteger a rapariga. Beatriz vai jantar com o ex-marido e com o filho que é muito rude para a mãe durante o jantar. Ela, porém, esforça-se para agradar a ambos com a sua simpatia. Também nessa noite, Pedro anuncia o seu casamento com Julieta. Adianta que será na semana seguinte e convida para padrinhos José e Sónia. O jantar de família não podia correr pior. Beatriz levou gelado de limão, por ser o preferido de António. Contudo, o rapaz detesta esse aroma e di-lo abertamente. Acrescenta ainda que a mãe não gosta dele, que nunca lhe ligou nem o acompanhou em nada, nem na escola, nem em festas de anos, nem em idas ao médico. A mulher fica desolada e sai de casa lavada em lágrimas. No moinho, Filomena, Rafael e Leonor já vão arrumando as suas coisas em caixas. Vão recordando os bons momentos que por lá passaram e a bondade do casal hippie. Depois de João subir para o seu quarto e fazer as malas para ir para a Suíça, Pedro inicia uma cruzada contra a boa imagem do irmão. Ele acredita que João está a ser muito brando com Carlos e incita Lucas e José a se unirem a ele para desmascarem Carlos, ignorando as diretrizes de João. Eles estranham a proposta e não comentam. No quarto, Carlos e Inês preparam-se para dormir depois de terem as malas feitas. Carlos propõe um brinde com champanhe antes de se deitarem para comemorar o início de uma nova vida. Ela aceita, reticente. Sem que a mulher perceba, Carlos dissolve no copo de Inês um pó branco que tem escondido. Na estalagem, Gustavo liga para Sofia. Ela diz-lhe estar no Algarve a resolver assuntos familiares, mas o advogado quer saber como vai o processo dela e se já o ilibou de tudo. Ela pede-lhe calma. Todavia, Sofia não se encontra no Algarve mas sim na estalagem, no exterior, completamente vestida de negro e irreconhecível.

Fonte: Belmonte, novela da TVI – resumo dos próximos episódios

Vem por aí nos próximos episódios da novela Belmonte – À noite, na estalagem, Sofia entra vestida de anjo negro. Ninguém dá por ela. Dirige-se ao quarto de Gustavo e coloca um pano com clorofórmio na cara do advogado até este perder os sentidos. No dia seguinte, Beatriz acorda decidida. Ao entrar no café, tem uma conversa com Rafael em privado e diz-lhe que vai sair de Estremoz e que lhe vai dar o café. A ele e à família dele. Quer muito que ele fique com o café e que o mantenha como sempre foi. O homem nem que acreditar no que ouve. Na estalagem, Ivo recebe um e-mail que lhe dá conta de ter sido aceite numa escola em Londres para sobredotados. Porém, não conta nada aos pais. Na casa dos Belmonte, João estranha a demora de Carlos e Inês e decide ir chamá-los. Como não obtém resposta, José arromba a porta. De Carlos nem sinal. Inês está deitada na cama. Percebem, ao acorda-la que o marido a drogou e que fugiu sem deixar rasto. João apressa-se a ligar para o inspetor Oliveira e dirige-se com Sónia para o aeroporto. Mal recebe o telefonema de João, o inspetor pede um alerta de captura internacional para Carlos. Tenta perceber o porque de João ter esperado tanto, mas mesmo assim, acata o pedido do Belmonte. Hugo insiste na sua teoria junto de Susana. Quer convencer a amiga de que o padre fora raptado por Joana e que ambos estariam a tentar encobrir o sucedido. A sargento não vai na conversa do amigo e ignora-o. Miguel continua cada vez pior. Não para de falar com Anabela e estranha que as filhas não respondam ou oiçam a mulher… estão muitíssimo preocupadas. O inspetor Oliveira não mede esforços para encontrar Carlos. Percebe que ele comprou vários voos para vários destinos. Mas que ainda não foi visto em nenhum. Pelo que não sabem onde para o Belmonte. Atolado em telefonemas para agências estrangeiras, o inspetor Oliveira pede à sargento Susana que coordene as investigações por Estremoz. Ela vai para a herdade e começa a passar a pente fino o quarto de onde Carlos se evadiu.

——

Enquanto a sargento Susana revista o quarto de Carlos e tenta encontrar pistas no TAM, Hugo e Lucas conversam na cozinha. O Belmonte não consegue perceber como se deixou enganar tanto tempo e ter mesmo chegado a defender o irmão perante João. Está desolado por ele ter conseguido fugir depois de ter feito tanto mal à própria família e de ter gozado com todos. Hugo tenta consolar o amigo mas ao mesmo tempo vai-lhe recordando que possivelmente as mortes das raparigas também serão obra dele. Luísa chega à herdade e encontra Lucas e Hugo a conversar. Hugo sai delicadamente e dá tempo e espaço para o amigo contar, finalmente, tudo à namorada. Em Lisboa, José, Pedro e Mário encontram-se com o inspetor Oliveira. Querem ajudar nas buscas de Carlos e, como tal, decidem contar pessoalmente tudo o que sabem e o que foi feito nos últimos tempos. O inspetor fica muito chateado por terem deixado a polícia de fora e parece mais preocupado em castigar João e a família do que Carlos. José insurge-se e cresce para o inspetor. Contudo Mário acalma-os e chama todos à razão, reforçando que o mais urgente é encontrar Carlos. Na estalagem, uma empregada de limpeza entra no quarto de Gustavo. Como não o vê começa a limpar tudo. Quando vai à casa de banho, entra em choque e começa aos gritos. Sai disparada rumo à recepção onde alerta os patrões para o que viu. Henrique e Flip vão até lá cima e fica horrorizados com o que vêm: Gustavo com os pulsos cortados, deitado na banheira. Durante a conversa com os Belmonte, o inspetor Oliveira recebe uma chamada da sargento dando-lhe conta de um possível suicídio de Gustavo. Ele nem quer acreditar na avalanche de problemas que tem em mãos. Como tem que que interromper a conversa com José, Pedro e Mário, eles decidem ir para o apartamento de Lisboa continuar a conversa a três. Quando a sargento chega à estalagem pede a Ana e a Henrique que reúnam toda a gente na recepção. Eles sobem para analisar a cena. Faustino liga de imediato a Hugo dando parte do sucedido e o jornalista, acompanhado de Íris apressam-se a sair para o local. No café de Beatriz, Rosário fica a saber das intenções da patroa em doar o estabelecimento a Rafael. Como o homem está reticente em aceitar, Rosário ajuda a amiga a convence-lo e ele lá segue com Beatriz para a conservatória. Na estalagem estão todos reunidos para ouvir a sargento. Susana quer uma lista de todos os que estiveram nessa noite lá hospedados. Como Sofia não está, tentam contactá-la e ligam para o hotel no Algarve. A sargento consegue chegar à fala com ela e informa-a do sucedido. Sofia finge-se muito consternada com a situação. Mário decide ligar a João e aconselha-o a regressar. Informa-o ainda da morte de Gustavo.

——

No café Figueira, ao saber da notícia da morte de Gustavo, Artur e Rosário ficam curiosos. No moinho, Filomena recebe a visita de Beatriz, que vem com Rafael. É oficial que a mãe de António lhes vai dar o café. O rapaz também está no moinho e fica feliz com a atitude da mãe, abraçando-a. José continua sem receber notícias de Sónia e está cada vez mais stressado. Pedro volta a advertir o irmão para o facto de Sónia ser demasiado perfeita para não se achar estranha a sua pessoa. José fica aborrecido e sai disparado da adega. Na estalagem todos estão preocupados com o futuro do estabelecimento. Ana e Henrique, tal como os empregados, têm receio que, o suicídio de Gustavo, os clientes na estalagem diminuam. O inspetor Oliveira, por seu turno, tem as suas dúvidas quanto à verdadeira fonte da morte de Gustavo e, não afastando a hipótese de homicídio, diz que só terão resultados convenientes, depois da autópsia. Quando Beatriz regressa ao café, com António, já Joaquim sabe que esta deu o estabelecimento a Rafael e Filomena. O encarregado da pedreira diz-se muito orgulhoso da ex-mulher e convida-a para ir jantar lá a casa. Beatriz aceita e, quer ela quer António, ficam espantados com a notícia da morte de Gustavo. O jantar em casa de Joaquim corre muito bem. O homem, porém, está pensativo e diz que precisa de falar com Beatriz depois de António se ir deitar. Pedro aguarda por Mário. O advogado traz os contratos para a aquisição da Pedreira e do parque Cinegético mas, traz também a notícia de que a Nottingham e tudo o que estava envolvido com ela, desapareceram de um dia para o outro. Pedro começa a fazer contas e percebe que tudo o que aconteceu bate com as datas em que Carlos esteve doente e desapareceu. É colocada então a hipótese de ser o irmão Belmonte quem está por detrás de tudo. Nessa noite, no café, Hugo tenta tirar nabos da púcara com o Padre Artur e perceber se Joana está por detrás do seu desaparecimento. Artur tenta disfarçar mas Hugo, perspicaz, nota a tensão que aparece, quando Joana entra no café. O inspetor está a ver as imagens de segurança da Estalagem, quando repara numa imagem do Anjo Negro a passar na zona da piscina, na noite anterior. O polícia decide que devem começar a encarar a morte de Gustavo como homicídio. Quando o filho se vai deitar, Joaquim pergunta a Beatriz se ainda está interessada em comprar a estalagem. Ana e Henrique recebem, através do filho, a notícia de que este concorreu e foi aceite na escola de génios, em Londres. Ivo está radiante. Beatriz fica espantada com a pergunta do marido. Questiona-o se tem dinheiro para tal e Joaquim afirma que ele não, mas que António tem. Pedro ainda está a tentar assimilar todas as possibilidades de Carlos estar por trás dos negócios obscuros que têm assombrado a família Belmonte. Mário despede-se e combinam encontrar-se amanhã para finalizar os contratos com Miguel. Joaquim conta então a Beatriz toda a verdade sobre o dinheiro de Gustavo estar em nome de António. Beatriz fica radiante ao saber que o advogado transferiu o dinheiro para o filho. O único senão é que os Craft, na realidade, não querem vender a Estalagem. Henrique e Ana mostram-se muito chateados com o filho, principalmente porque este se fez passar pelo pai para submeter a inscrição. Porém, depois de mandarem a criança deitar-se, equacionam a hipótese de sair de Estremoz e ir para Londres viver e vender a Estalagem. Enquanto isso, Joaquim promete a Beatriz que vai falar com Henrique e tentar perceber se não querem mesmo vender a estalagem. Os dois brindam, à sorte que tiveram.

——

Susana e o inspetor Oliveira conversam acerca de Gustavo e de Carlos. A sargento considera que Carlos não deve andar por longe. Que o mais certo é ele ter-se escondido bem debaixo dos seus narizes. Nesse momento surge Sofia que regressa de viagem. Conversa com Paula que a coloca a par de tudo e o inspetor pede para falar com ela depois. Sofia conta ao inspetor que falou ao telemóvel com Gustavo na noite que em ele faleceu. Que se lamentou da vida e que lhe fez uma espécie de despedida. Acrescenta ainda que ele lhe confessou um role de crimes, como por exemple ter morto Alistair para se proteger. Adianta ainda que possivelmente foi ele quem pagou ao assassino para simular uma tentativa de assassinato. Tal como a Nina para plantar as provas contra João. Todos acham aquilo muito estranho. Depois de um jantar reconfortante, Joaquim e Beatriz despedem-se afetuosamente. No momento da despedida beijam-se e deixam-se levar pelo desejo, atirando-se para cima do sofá. Quando se preparam para deitar, Rafael e Filomena começam a sentir uma nostalgia antecipada. É a última noite que passam no moinho antes de se mudarem. Miguel está cada vez pior. Quando mais fala com o retrato de Anabela, mais se convence de que ela ainda está viva e ali perto dele. Hugo e Rosário vão a casa dele e conversam com ele e Julieta. Hugo acha que foi alguém da Nottingham que matou Gustavo. Já Miguel aposta em Sofia. E diz que ela era quem mais lucrava com esta morte. Adianta ainda que foi ela quem pagou para lhe darem um tiro no joelho. Sem pensar, Miguel revela a Hugo e a Rosário que ela nunca foi casa com Emílio e tal revelação deixa Julieta muito dececionada com o pai por ele trair a sua confiança. Miguel adianta ainda que ele já conhecia Sofia há muitos anos. Que ele ia com Emílio ao bordel onde ela trabalhava e que foi lá que a viu pela primeira vez. Conta que quando a confrontou a verdade ela o resolveu silenciar contratando um homem para o ameaçar. Hugo lembra-se então de mostrar uma foto do assassino profissional que tentou matar Gustavo e Miguel identifica-o como sendo o seu agressor. Tudo fica claro naquela sala. No dia seguinte, Rafael abre o seu café com um sorriso de orelha a orelha. Está radiante com a sua nova vida. Ana e Henrique começam a pensar seriamente em ir viver para Londres. Precisam de um comprador para a estalagem e insistem com Pedro. Ele recusa novamente e diz que está focado noutras aquisições. Hugo não perde tempo e logo de manhã cedo vai ter com Susana e conta-lhe tudo o que descobriu sobre Sofia e as suas relações com Miguel e o assassino. A sargento fica boquiaberta ao ouvir o jornalista.

——

Na manhã seguinte, Ana e Henrique recebem a visita de Joaquim, que lhes propõe a compra da Estalagem sem falar no nome de Beatriz. Ana e Henrique ficam banzados com a notícia e percebem que o homem está mesmo disposto a pagar o que for necessário pelo negócio. Rosário começa a manhã logo a conjeturar histórias e defende a todo o custo a sua teoria de que foi Sofia que matou Emílio. Julieta não aguenta mais e diz à irmã para não inventar, pois foi Carlos quem matou o pai. Rosário e Miguel ficam surpreendidos. Fazendo contas de cabeça, Miguel percebe que se Carlos está por detrás de tudo, também é o responsável pela morte de Anabela. Jurando vingar a mulher e proteger as filhas, promete matar Carlos. João e Sónia chegam finalmente da Suíça. Informam Pedro de que não há rasto de Carlos, nem tampouco do dinheiro que estava nas contas bancárias do país. Pedro fica incrédulo e não consegue aceitar que tenham perdido o dinheiro e o irmão. Depois de assinar os papéis do contrato com Miguel, para Pedro levar para Estremoz, João informa-o de que vai ficar em Lisboa e pede-lhe para marcar uma reunião extraordinária com os administradores do grupo, para anunciar a sua retirada. Pede ainda ao irmão que assuma o seu cargo. Pedro fica surpreendido mas agradado. Aconselhado por Rosário, Hugo telefona a João para que este lhe dê o seu depoimento, para poder escrever um artigo sobre a fuga de Carlos, João é arrogante e desliga-lhe o telefone. Já Lucas é mais compreensivo e é da opinião que deve ser o Aquém-Tejo Digital a dar a notícia. Paula chega à herdade para falar com os irmãos. Informa que pretende vender as suas quotas da empresa e voltar de vez para o Brasil. Lucas e José informam-na de que na segunda-feira seguinte haverá uma reunião com todos os membros do Grupo e aí falarão de tudo. Paula fica satisfeita e decide ir dar um passeio a cavalo para se despedir da sua égua. Finalmente Inês desce dos quartos. Tem um ar fraco e abatido. José e Lucas estão preocupados. João recebe uma visita do inspetor Oliveira, em Lisboa. Traz consigo um mandato para o intimidar a prestar declarações. Pedro e Sónia chegam à herdade. Contam o que descobriram na Suíça e que, possivelmente, Carlos está por trás da Nottingham. Inês ouve tudo e diz não saber de nada. Paula também regressa do passeio a cavalo e fala sobre a sua vontade de vender as quotas. Combinam tratar de tudo na segunda-feira seguinte e ver como fazer no futuro. José aproveita a ocasião em que Pedro fala do seu casamento com Julieta para pedir Sónia em casamento. Susana não está disposta a baixar os braços sem procurar Carlos, que acredita ainda estar em Estremoz. Diz a Rebelo que devem procurar o Belmonte e começar pelas propriedades abandonadas que eram usadas para o tráfico de mulheres. Joaquim conta então a Beatriz toda a verdade sobre o dinheiro de Gustavo estar em nome de António. Beatriz fica radiante ao saber que o advogado transferiu o dinheiro para o filho. O único senão é que os Craft, na realidade, não querem vender a Estalagem. Henrique e Ana mostram-se muito chateados com o filho, principalmente porque este se fez passar pelo pai para submeter a inscrição. Porém, depois de mandarem a criança deitar-se, equacionam a hipótese de sair de Estremoz e ir para Londres viver e vender a Estalagem. Enquanto isso, Joaquim promete a Beatriz que vai falar com Henrique e tentar perceber se não querem mesmo vender a estalagem. Os dois brindam, à sorte que tiveram.

  • teresapimenta

    Para mim e a melhor novela de sempre da tvi

Real Time Web Analytics